Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Melhorar finalização é o desafio de Tite para Libertadores

Futebol

Márcio Fernandes|Estadão

Esportes

Futebol

Melhorar finalização é o desafio de Tite para Libertadores

Contra o Oeste, Corinthians teve só quatro acertos em 17 tentativas

0

Gonçalo Junior,
O Estado de S. Paulo

29 Fevereiro 2016 | 07h49

O técnico Tite está preocupado com a quantidade de chances desperdiçadas pelo Corinthians. Logo após a vitória sofrida sobre o Oeste, no sábado, com o gol de Rodriguinho aos 46 minutos do segundo tempo, o treinador apresentou os levantamentos do desempenho corintiano.

Contra o São Bento, quarta-feira passada, o Corinthians teve apenas duas finalizações certas em 17 tentativas. Contra o Oeste, quatro acertos também em 17 tentativas. 

"O índice é muito baixo. Daqui a pouco é preciso ter menos finalizações, mas mais precisas. Efetividade é uma condição do jogo. Entrosamento é outra condição do jogo. Ritmo dos atletas, retomada, outra condição. Aspecto físico de alguns, também", ressaltou o técnico.

Para o jogo desta quarta-feira, contra o Independiente Santa Fe, o treinador prevê dificuldades diante de um rival "cascudo", como ele mesmo define. "Cada jogo é um teste diferente; cada treino é um teste. É um outro torneio, diferente, com novas dificuldades", disse o técnico Tite. "O que posso dizer é que o time é um gelo", comparou, referindo-se ao fato de os colombianos suportarem a pressão fora de casa.

Comentários