1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail
Copa 2014

Mesmo com ingressos esgotados, Mundial apresenta estádios com lugares desocupados

Apenas o jogo da abertura da Copa esteve em sua capacidade total

Milhões de pessoas estão frustradas por não terem tido a possibilidade de ver um jogo na Copa do Mundo. Mas quem assiste o torneio pela televisão nota que existem centenas de assentos vazios nos estádios, inclusive em grandes clássicos. O fenômeno voltou a colocar pressão sobre os organizadores que investigam a situação e tentam encontrar soluções, recolocar os ingressos não usados à venda horas antes do jogo.

Antes da Copa do Mundo, mais de 11 milhões de pessoas se inscreveram para comprar os cerca de 3 milhões de ingressos colocados à venda no site da Fifa. Mas na partida entre Holanda x Espanha, quase 10% dos lugares não foram ocupados em Salvador. No jogo entre Suíça x Equador, apenas um terço apenas do estádio estava cheio. No domingo, a partida entre Argentina e Bósnia também tinha ingressos à venda no site da Fifa, horas antes do jogo.

Mesmo com ingressos esgotados, estádios da Copa do Mundo apresentam lugares vazios
Mesmo com ingressos esgotados, estádios da Copa do Mundo apresentam lugares vazios

Apenas o jogo de abertura entre Brasil x Croácia esteve em sua capacidade total. O que se vê nos estádios se contrasta com os números oficiais da Fifa. Segundo a entidade máxima do esporte, uma média de 97% dos lugares estão ocupados nos estádios, com vendas de mais de 2,9 milhões de entradas. Oficialmente, existem apenas 9,3 mil ingressos ainda à venda para todos os 64 jogos da Copa.

Mas dúvidas existem sobre a presença nas arquibancadas de torcedores nos próximos dias para ver Bósnia x Irã, em Salvador. A Fifa culpa os próprios torcedores que compraram os ingressos pelos lugares vazios. Segundo a entidade, o sistema de vendas é uma novidade para o torcedor brasileiro, acostumado a retirar o ingressos na última hora e nas bilheterias do estádio.

REGISTRO

Desta vez, a Fifa exige que os ingressos sejam retirados horas antes e em centros de distribuição, como nos aeroportos e outros locais. A Fifa ainda tentou criar um sistema pelo qual patrocinadores, que recebem os ingressos para distribuir, são obrigados a registrar os nomes dos convidados 72 horas antes do jogo. Se isso não ocorrer, as entradas voltam para a venda.

Segundo o Estado apurou, um dos problemas tem sido o fato de que algumas federações nacionais não conseguiram vender os ingressos que receberam para alguns dos jogos para seus próprios torcedores. Em Manaus, na partida entre Inglaterra x Itália, os dirigentes em Roma foram obrigados a devolver para a Fifa mais de 2 mil ingressos que não tinham conseguido vender. 

Copa 2014