1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Barça vence o Sporting Gijón e abre vantagem no Espanhol

- Atualizado: 17 Fevereiro 2016 | 17h 47

Messi, duas vezes, e Suárez marcaram os gols do jogo

O Barcelona segue nadando de braçadas no Campeonato Espanhol e venceu mais uma vez nesta quarta-feira. Em jogo atrasado da 16.ª rodada, o time catalão contou novamente com dias inspirados de Lionel Messi e Luis Suárez para bater o Sporting Gijón por 3 a 1, mesmo fora de casa, e abrir seis pontos de vantagem na liderança da tabela.

O resultado levou o Barcelona a 60 pontos no Espanhol, contra 54 do vice-líder Atlético de Madrid. No sábado, os comandados de Luis Enrique voltam a campo para encarar o Las Palmas, fora de casa. Já o Sporting Gijón segue com 23 pontos, na 16.ª colocação, e visita o Betis, também no sábado.

Em meio à semana de disputa pela Liga dos Campeões, o Barcelona entrou em campo em jogo atrasado por causa da sua participação no Mundial de Clubes, no fim do ano passado. Messi marcou os dois primeiros e Suárez selou o placar, depois de perder um pênalti. Neymar acertou a trave no primeiro tempo, mas foi o mais apagado do trio.

Como era de se esperar, o Barcelona começou pressionando, mas viu o Sporting Gijón responder e quase marcar aos oito minutos. O time catalão só levou perigo aos 20, quando Neymar deu enfiada precisa para Suárez, que finalizou em cima do goleiro.

Não demorou para que a pressão catalã se transformasse em vantagem no placar. Aos 24 minutos, Messi recebeu perto da meia-lua, cortou para o meio e bateu cruzado, no canto direito do goleiro. Gol de número 300 do argentino no Campeonato Espanhol, e bem à sua característica.

A resposta dos donos da casa veio apenas dois minutos depois, quando Castro aproveitou rápido contra-ataque e bom passe de Menéndez para marcar de carrinho. O jogo era lá e cá, e o Barcelona também não tardou em recuperar a vantagem. Aos 30, Suárez e Messi fizeram bela tabela na área do Sporting. O uruguaio, então, rolou para trás e o argentino bateu firme, no alto, sem chance para Cuellar.

O gol relaxou o Barcelona, que chegou apenas mais uma vez no primeiro tempo. Após nova finalização de Messi e rebote do goleiro, Neymar dominou e, marcado, achou um lindo chute colocado. A bola tocou o travessão.

No segundo tempo, os visitantes voltaram a atacar e tiveram grande chance para ampliar aos 16 minutos. Neymar recebeu pelo lado esquerdo da área, tentou o drible em Cuellar e caiu. O árbitro marcou pênalti. Suárez foi para a cobrança, desta vez direto para o gol, mas o goleiro espalmou.

O uruguaio queria o dele, que viria cinco minutos depois. Aos 21 minutos, o atacante recebeu pelo lado direito, dentro da área, e acertou lindo chute colocado de canhota, finalizando o placar.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX