Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Meta do Flamengo é ganhar os 10 jogos restantes no Brasileirão, diz Rueda

Completando dois meses no clube, colombiano lamenta o pouco tempo para treinar no clube

Estadão Conteúdo

18 Outubro 2017 | 13h22

Embora tenha ponderado nesta quarta-feira que o Flamengo ainda tem muito a melhorar, o técnico colombiano Reinaldo Rueda foi assertivo ao ser questionado sobre qual a meta do time carioca no Campeonato Brasileiro: vencer os dez jogos restantes e se garantir na próxima edição da Copa Libertadores.

+ Tabela do Campeonato Brasileiro

O Flamengo está em sétimo, com 43 pontos, e enfrenta o Bahia na quinta-feira, no Luso-Brasileiro, pela 29ª rodada da competição. "Todos os jogos são difíceis e nossa meta final é chegar à Libertadores, pensando rodada a rodada, para ter o melhor aproveitamento", comentou o treinador, para depois acrescentar. "Precisamos ganhar 10 jogos. Esse é o nosso objetivo. Vai ser muito difícil, mas com comprometimento e respeito vamos atrás."

Ainda assim, apesar de confiante, o colombiano elogiou o adversário desta quinta-feira, que vem de boa vitória sobre o líder Corinthians. "O Bahia vem muito bem e nas últimas rodadas teve resultados importantíssimos. Possui também um contra-ataque muito rápido", avaliou.

Rueda também minimizou a vitória sobre a Chapecoense no domingo, fora de casa, e afirmou que o Flamengo ainda pode melhorar na competição. "A vitória traz uma tranquilidade entre aspas. São três pontos, mas sabemos que temos de melhorar."

Sobre o seu trabalho à frente do Flamengo, que completou recentemente dois meses, o colombiano fez uma boa avaliação e lamentou apenas o pouco tempo para treinar. "Sábado passado completamos dois meses e foi uma transição difícil, com pouco tempo para trabalhar em dias seguidos", avaliou. "Temos a certeza de que o trabalho está sendo feito, mas precisamos continuar para terminar bem o Brasileiro."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.