Milão já considera Rivaldo um ídolo

Ao contrário do que aconteceu nesta terça-feira com Ronaldo em Milão, Rivaldo foi recebido com todas as honras pela direção do Milan e a torcida do clube de propriedade do primeiro-ministro Silvio Berlusconi. ?Sou um vencedor e aqui no Milan não será diferente. Vim para conquistar o scudetto já no primeiro ano?, declarou o jogador de 30 anos. Enquanto os tifosi da Internazionale expunham cartazes no aeroporto de Milão, contra o retorno de Ronaldo ao clube, os fãs do Milan ofereceram uma recepção poucas vezes vistas a um recém-contratado. Mais tarde, no terraço de um hotel da capital da Lombardia, Rivaldo saudou com a camisa do Milan a torcida que o aguardava. ?O melhor e maior jogador do mundo?, o definiu Adriano Gallini, vice-presidente de futebol. Rivaldo mostrou-se impressionado com a estrutura da sua nova equipe e depois confessou que foi o próprio Berlusconi quem conduziu as negociações da sua contratação. ?Conversei várias vezes com ele, por telefone. Quero agradecer a confiança que depositou em mim.? O interesse dos italianos na chegada do atacante da seleção brasileira pode ser medido pelo índice de consulta do site do Milan na Internet. Durante os dias em que Rivaldo esteve negociando com o clube, foram registrados três vezes mais consultas e com números impressionantes. Enquanto em junho 10.738.992 internautas acessaram o site, em julho, período em que se deu a definição do negócio, nada menos de 28.217.696 procuraram informações sobre Rivaldo: recorde absoluto de consultas. Os dados são oficiais do Milan. ?Sempre sonhei disputar o Campeonato Italiano, desde que, ainda pequeno, via Júnior e Falcão jogarem?, afirmou Rivaldo. Ele assinou contrato de três anos e receberá cerca de US$ 4 milhões por temporada. Nesta quarta-feira mesmo o atacante fez seu primeiro treino com a camisa do Milan, agora número 11 e não 10 como no Barcelona e na seleção.

Agencia Estado,

07 Agosto 2002 | 20h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.