Peter Powell/EFE
Peter Powell/EFE

Mourinho celebra título e crava: 'Minha temporada mais difícil'

Técnico comanda Manchester United em conquista da Liga Europa

Estadão Conteúdo

24 Maio 2017 | 19h50

Ao longo de mais de 15 anos como técnico, José Mourinho se estabeleceu como um dos melhores de sua profissão. Nesta quarta-feira, conquistou nada menos do que seu 25.º troféu como treinador ao levar o Manchester United ao título da Liga Europa. E a significativa conquista continental veio no ano mais difícil de sua cabeça, segundo ele.

"Foram três troféus em uma temporada e a classificação para a Liga dos Campeões. Estou muito feliz na temporada mais difícil da minha carreira", declarou após a partida. "É o fim de uma temporada muito difícil, mas também muito boa."

Mourinho respondeu aos críticos, que destacavam o futebol pobre da equipe e a campanha abaixo do esperado no Campeonato Inglês mesmo com jogadores tão caros. Para o treinador, a conquista da Liga Europa, além de dar vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões, confirma uma temporada vitoriosa para o clube, que também faturou em 2016/2017 a Supercopa da Inglaterra e a Copa da Liga Inglesa.

"Nós preferimos chegar à Liga dos Campeões desta forma do que terminar em quarto, terceiro ou segundo (no Inglês). Nós alcançamos o objetivo, estamos de volta à Liga dos Campeões conquistando um título, um troféu importante. O clube agora tem todos os títulos no mundo do futebol. Lutamos muito por isso desde o início", afirmou.

Apesar da celebração e de elogiar seus comandados, Mourinho reconheceu que o Manchester não entrará na próxima Liga dos Campeões entre os favoritos. "Voltamos à Liga dos Campeões não como um candidato (ao título), temos que melhorar a equipe. Voltamos, mas não como favoritos", considerou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.