Albert Gea / Reuters
Albert Gea / Reuters

Munir apela à CAS para disputar Copa do Mundo pela seleção de Marrocos

Atacante atuou pela Espanha em jogos pelas Eliminatórias para a Eurocopa 2016

Estadão Conteúdo

10 Abril 2018 | 13h30

O atacante Munir El Haddadi e a Federação de Futebol do Marrocos apresentaram recurso na Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) para que o atacante possa disputar a próxima Copa do Mundo pela seleção africana.

+ Meia da Nigéria diz que aprendizado de 2014 pode ajudar a vencer Argentina na Copa

+ Japão troca técnico da seleção a 2 meses da Copa

+ Fifa divulga modelo do ingresso para a Copa do Mundo

A CAS confirmou nesta terça-feira o recebimento do recurso, que tenta a revisão da decisão da Fifa. No mês passado, a entidade máxima do futebol informou que o jogador de 22 anos não poderia jogar por Marrocos, pois já atuou pela seleção espanhola.

Munir, que tem dupla nacionalidade, atuou pela Espanha em um jogo das Eliminatórias da Eurocopa de 2016. Na ocasião, ele deixou o banco de reservas e entrou em campo aos 32 minutos do segundo tempo, na vitória por 5 a 1 sobre a Macedônia.

A Corte Arbitral indicou que Munir e Marrocos pediram que a decisão seja feita até o final de maio, que é quando as seleções precisam enviar à Fifa a lista de convocados para a Copa do Mundo da Rússia. Não há ainda uma data para a audiência.

Munir tem contrato vinculado ao Barcelona, mas foi emprestado para o Alavés nesta temporada. A seleção marroquina está no Grupo B da Copa do Mundo e estreia contra a Espanha em 25 de junho, na cidade de Kaliningrado. Também estão na chave Portugal e Irã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.