1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Muricy minimiza revés do Flamengo e exalta testes no Nordeste

- Atualizado: 24 Janeiro 2016 | 18h 14

Equipe carioca foi derrotada pelo Ceará e Santa Cruz em amistosos

Após ser derrotado por 3 a 1 pelo Santa Cruz, neste domingo, o técnico Muricy Ramalho afirmou que o Flamengo ainda tem de melhorar muito. Mesmo assim, o treinador minimizou o peso do revés sofrido no estádio Arruda, em Recife.

"Temos que ajeitar bastante a equipe ainda, mas foi muito bom para fazer avaliação, já que nas situações de jogo nós vemos os defeitos do time e podemos crescer pra temporada. O que me deixou feliz foi o meio campo para frente no segundo tempo", disse Muricy.

"O que dá pra ver bem é como estamos coletivamente. Não dá pra ter só um time, mas um plantel. Pudemos sentir como vamos até o final do ano. Esses dois jogos foram ótimos para nós. Fez calor, mas é bom que sofremos um pouquinho. No geral foi bom para observações", acrescentou.

O comandante Muricy Ramalho deve repetir a escalação do último jogo contra o Boavista

O comandante Muricy Ramalho deve repetir a escalação do último jogo contra o Boavista

O Flamengo fez duas partidas amistosas na pré-temporada e levou seis gols. Na última quarta-feira, diante do Ceará, a equipe empatou por 3 a 3 e perdeu nos pênaltis. Para Muricy, ainda é necessária a chegada de um zagueiro para ser titular.

"Pra compor elenco temos vários zagueiros, a gente precisa de um ''de nível''. Não podemos contratar jogador mais ou menos, mas o mercado está difícil", comentou o treinador. "A base do time é essa, agora com o colombiano, mais um zagueiro que precisamos, mas o time já está com uma cara, uma base para o campeonato."

Para 2016, o Flamengo conta com os zagueiros Wallace, César Martins, Juan, Antonio Carlos e Dumas. A estreia do time na temporada acontece na próxima quarta-feira, na abertura da Copa Sul-Minas-Rio, contra o Atlético-MG no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, às 21h45.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX