1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Muricy minimiza vaias da torcida após empate sem gols contra a Lusa

Paulo Favero - O Estado de S. Paulo

16 Fevereiro 2014 | 09h 30

Treinador acredita que o São Paulo evoluiu taticamente em relação a outros jogos

SÃO PAULO - A torcida são-paulina não perdoou o empate sem gols com a Portuguesa, sábado à noite, no Morumbi, e vaiou o time. Mas tanto os jogadores quanto a comissão técnica preferiram enaltecer a atuação e não criticar a postura da massa.

"As vaias não foram justas, mas é normal quando não sai gol e o time não vence. Acho que taticamente foi o melhor jogo que a gente fez. Como mobilidade do time acho que foi uma melhora muito grande em relação aos outros jogos", explicou o goleiro Rogério Ceni.

Ele teve muito trabalho para parar os contra-ataques da Portuguesa e evitou que o time sofresse o gol. Já o técnico Muricy Ramalho confessou que gostou da partida. "As vaias são normais pelo resultado. Mas apesar do 0 a 0, foi um bom jogo. A gente incomodou o adversário, chutou a gol. O jogo foi igual, muito aberto, de velocidade. Isso se deve a semana de treinamento dos dois times. Eles podiam ganhar, assim como a gente", comentou.

Para a próxima partida, na quinta-feira, contra o São Bernardo, Muricy tentará armar o time para conquistar os primeiros pontos no Campeonato Paulista como visitante. Ele terá os retornos do lateral-esquerdo Alvaro Pereira e do volante Rodrigo Caio, que deve ganhar a posição no meio porque o titular Wellington está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.