1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Muricy Ramalho admite alívio por vitória em clássico com Palmeiras

FERNANDO FARO - O Estado de S. Paulo

17 Agosto 2014 | 20h 32

Time sofreu demais na primeira etapa com a falta de mobilidade de seus jogadores de frente, mas se recuperou bem no segundo tempo

Além de recolocar o São Paulo na briga pelo G-4, a vitória sobre o Palmeiras neste domingo no Pacaembu trouxe um pouco de paz ao clube, que sofreu uma eliminação vexatória para o Bragantino na Copa do Brasil na última quarta-feira. O time tricolor se viu sob pressão após o fiasco, mas conseguiu tirar um pouco do peso da queda.

"A vitória foi excelente pelo momento que vínhamos vivendo, depois de uma eliminação dura como sofremos. Os jogadores reagiram bem, mas o primeiro tempo não foi bom, os dois times tinham marcação, mas faltou profundidade", avaliou o treinador.

No fim, São Paulo derrota Palmeiras
José Patrício/Estadão

A falta de faro do ataque palmeirense foi o fator decisivo na vitória do São Paulo, no clássico; Venceu a equipe em que os atacantes perderam menos chances

O São Paulo sofreu demais na primeira etapa com a falta de mobilidade de seus jogadores de frente. No intervalo, Muricy colocou Kaká mais avançado e recuou Alan Kardec para fazer o meio-campo. O time melhorou e saiu na frente com Pato, mas voltou a falhar e permitiu que o Palmeiras empatasse e pressionasse bastante o rival.

No entanto, o treinador espera uma melhora coletiva no futuro próximo. "Eles precisam entender que, contra um time grande como é o Palmeiras, você precisa matar o jogo logo. Não mataram e tomamos o empate. Ainda estão se entrosando, mas isso vem com o tempo, agora vão jogar mais juntos", disse.

A equipe se reapresenta nesta segunda-feira às 15h30 no CT da Barra Funda e já inicia os preparativos para encarar o Internacional, no Beira-Rio. O time gaúcho é o vice-líder, com 31 pontos. O São Paulo está em quinto, com 26, mesma pontuação do Fluminense, quarto colocado, mas com uma vitória a menos.