Reuters/Michael Kooren
Reuters/Michael Kooren

Na reestreia de Dick Advocaat, Holanda bate Marrocos em amistoso

Seleção encontra dificuldades, mas consegue o placar de 2 a 1, com gols de Quincy Promes e Janssen

O Estado de S.Paulo

31 Maio 2017 | 18h54

Em busca de dias melhores, a seleção holandesa entrou em campo nesta quarta-feira para encarar o Marrocos, no amistoso que marcava a reestreia do técnico Dick Advocaat pelo país. Fora de casa, a equipe suou, mas voltou a vencer ao bater o adversário por 2 a 1, na cidade de Agadir.

Confirmado no início do mês, Advocaat viveu seu primeiro desafio nesta terceira passagem pela seleção e a levou à primeira vitória no ano, após derrotas para Bulgária e Holanda em março. O técnico já comandou a Holanda entre 1992 e 1994 e entre 2002 e 2004.

Nesta quarta, ele não contou, por exemplo, com Arjen Robben e deixou Sneijder no banco de reservas. Entre os titulares, nomes jovens e pouco conhecidos, com exceção de Memphis Depay, ex-Manchester United e atualmente no Lyon, e Vincent Janssen, do Tottenham.

Mas mesmo neste início de trabalho e diante da torcida adversária, a Holanda buscou a vitória. O meia Quincy Promes, do Spartak Moscou, abriu o placar aos 22 minutos. Aos 23 da segunda etapa, Janssen foi o responsável por ampliar. O zagueiro De Ligt, do Ajax, de apenas 17 anos, foi expulso pouco depois e Marrocos aproveitou para diminuir, com Boussoufa, mas ficou nisso.

Advocaat terá mais dois amistosos nos próximos dias, contra Costa do Marfim, no domingo, e Luxemburgo, no dia 9 de junho, antes de voltar as atenções para as Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018. Passada metade da disputa, a Holanda vive situação desesperadora e é somente a quarta colocada do Grupo A com sete pontos, seis atrás da líder França, que hoje estaria no Mundial, e três atrás da Suécia, que iria para a repescagem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.