Soobum Im/USA Today Sports
Soobum Im/USA Today Sports

NBA anuncia finalistas de prêmios e Kawhi, Harden e Westbrook brigam por MVP

Liga inova e divulga antecipadamente nomes dos concorrentes às premiações normalmente entregues ao final da temporada

Estadão Conteúdo

20 Maio 2017 | 10h58

A NBA decidiu inovar e nesta temporada 2016/2017 anunciou previamente os finalistas dos seis tradicionais prêmios entregues ao fim de cada campeonato. Como de costume, a expectativa maior está em torno do MVP (jogador mais valioso) da liga, e os três atletas que brigarão pela honraria foram confirmados sem maiores surpresas: Kawhi Leonard, James Harden e Russell Westbrook. LeBron James ficou de fora da disputa.

Kawhi teve uma grande temporada e fez a torcida do San Antonio Spurs superar rapidamente a ausência de Tim Duncan. Com médias de 25,5 pontos, 5,8 rebotes e 3,5 assistências, foi o principal responsável por levar o time texano à segunda melhor campanha do Oeste e da NBA.

Mas o desempenho de Kawhi ficou ofuscado pelas temporadas históricas de Russell Westbrook e James Harden. Sob o esquema de Mike D'Antoni, Harden teve liberdade para criar e se tornou o líder do Houston Rockets, terceiro colocado do Oeste. As médias de 29,1 pontos, 11,2 assistências e 8,1 rebotes comprovam o incrível desempenho do jogador em 2016/2017.

Só que ninguém teve médias melhores que Westbrook. O armador do Oklahoma City Thunder quebrou o recorde de "triple-doubles" em uma temporada, com 42, e terminou com 31,6 pontos, 10,7 rebotes e 10,4 assistências por jogo. Pesa contra ele, no entanto, a campanha do Thunder, apenas o sexto colocado do Oeste.

Mas não foi só a luta pelo MVP que a NBA anunciou na noite de sexta-feira. Entre outros prêmios, a liga confirmou também, por exemplo, os postulantes a calouro do ano. Joel Embiid, do Philadelphia 76ers, impressionou enquanto esteve em quadra, mas perdeu boa parte da temporada por lesão. Ele brigará pela honraria com seu colega de equipe, Dario Saric, e com o armador Malcolm Brogdon, do Milwaukee Bucks.

Na disputa pelo prêmio de melhor técnico do ano estão Mike D'Antoni, do Rockets, Erik Spoelstra, do Miami Heat, e o veterano Gregg Popovich, do San Antonio Spurs. Destaque do Spurs, Kawhi briga também pelo prêmio de melhor defensor com Rudy Gobert, do Utah Jazz, e Draymond Green, do Golden State Warriors.

Gobert é outro que está na disputa por dois prêmios e também foi indicado como o jogador que mais evoluiu em relação à temporada passada, assim como Nikola Jokic, do Denver Nuggets, e Giannis Antetokounmpo, do Bucks. Por fim, Andre Iguodala, do Warriors, Eric Gordon e Lou Williams, ambos do Rockets, estão na briga pelo prêmio de melhor reserva do ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.