Anton Uzunov/Reuters - 23/11/2016
Anton Uzunov/Reuters - 23/11/2016

Negociação com Cicinho está 'estacionada', diz gerente de futebol do Corinthians

Alessandro diz que clube não trabalha somente com uma possibilidade

Nathalia Garcia, O Estado de S. Paulo

23 Maio 2017 | 07h00

Contratar um lateral-direito para reforçar o Corinthians no Campeonato Brasileiro é uma das investidas da diretoria alvinegra. E Cicinho, ex-Santos e atualmente no Ludogorets, da Bulgária, é um dos nomes cotados pelo clube do Parque São Jorge. O gerente de futebol Alessandro, contudo, disse que o negócio está estacionado. 

"Houve uma conversa lá atrás, mas (a negociação) está estacionada. Fizemos uma consulta na possibilidade de ter o atleta e não tivemos nenhum tipo de retorno ainda", afirmou ao Estado. 

Alessandro negou que o clube tenha enviado um representante para a Bulgária e disse também que Cicinho não é a única opção do Corinthians no mercado, sem revelar nomes. "A gente não fica trabalhando somente com uma possibilidade, a gente está acompanhando o mercado. Às vezes pode dar certo, pode não dar certo, pode ter outra alternativa", disse.

Titular absoluto do time de Fábio Carille, Fagner será baixa na equipe enquanto defende a seleção brasileira. Para jogar os amistosos com Argentina e Austrália nos dias 9 e 13 de junho, respectivamente, em Melbourne, o lateral-direito desfalcará o Corinthians em três rodadas do Campeonato Brasileiro – diante do Vasco (7 de junho), no clássico com o São Paulo (11 de junho) e no jogo contra o Cruzeiro (14 de junho).

Já Léo Príncipe, substituto imediato de Fagner, trabalha para se recuperar de um estiramento muscular no bíceps femural da coxa esquerda. Apesar do prazo inicial de quatro a seis semanas dada pelo departamento médico, o jogador tem apresentado boa evolução no tratamento e deve voltar antes do previsto.

Segundo o gerente de futebol do Corinthians, a ausência de Léo Príncipe não fará o clube buscar a contratação de um lateral-direito às pressas. "Não é nada que nos faça ter uma preocupação tão grande assim." Alessandro também fez questão de elogiar jogador de 20 anos. 

"O Corinthians está bastante feliz com Léo Príncipe, infelizmente teve uma lesão e a gente sabe que o Campeonato Brasileiro é muito grande. Primeiro, o Corinthians valoriza muito o Léo Príncipe, que fez um baita jogo no Chile. Segundo, o Corinthians vai estar sempre atento a substituir os seus atletas à altura", declarou.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Corinthians Fagner Cicinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.