1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Ney Franco retorna ao Vitória três meses após demissão

Estadão Conteúdo

21 Agosto 2014 | 19h 25

Técnico substitui Jorginho, demitido na madrugada desta quinta-feiradepois de ficar apenas dez jogos no cargo

O Vitória acertou na tarde desta quinta-feira a contratação do técnico Ney Franco, cerca de três meses depois de ele ter pedido para ir embora do clube. O retorno agora é para substituir Jorginho, demitido durante a madrugada, após a derrota por 2 a 0 para o Coritiba.

No começo de maio, Ney Franco pediu demissão e surpreendeu a diretoria do Vitória. Na ocasião, ele tinha proposta para assumir o comando do Flamengo. Mas não durou muito tempo no clube carioca, sendo demitido no dia 23 de julho - desde então, está desempregado.

Apesar dessa saída repentina, o Vitória recorreu a Ney Franco quando decidiu trocar de técnico. Jorginho foi demitido na madrugada desta quinta-feira, depois de ficar apenas dez jogos no cargo, somando duas vitórias, quatro empates e quatro derrotas. 

Daniel Teixeira/Estadão
Ney Franco foi demitido do Flamengo em julho

Jorginho tinha sido contratado justamente para substituir Ney Franco. Mas não resistiu aos resultados ruins, que deixaram o Vitória na penúltima colocação do Brasileirão, com apenas 15 pontos em 16 rodadas - a gota d''água foi a derrota em Curitiba.

Como está no Chile, Ney Franco assume o cargo no Vitória apenas na segunda-feira. Assim, o time deve ser comandado pelo técnico interino Éder Bastos no jogo deste domingo, contra o Figueirense, no Barradão, em Salvador, pela 17.ª rodada do Brasileirão.

Na passagem anterior pelo Vitória, entre setembro de 2013 e maio de 2014, Ney Franco disputou 47 jogos, com 22 vitórias, 16 empates e nove derrotas. Agora, ele retorna com contrato até o final do ano, com o objetivo de evitar o rebaixamento para a Série B.

"Optamos pelo treinador Ney Franco pelo seu conhecimento do elenco atual e pela confiança da diretoria em seu trabalho", afirmou o presidente do Vitória, Carlos Sérgio Falcão, ao justificar a contratação do técnico que tinha pedido demissão três meses antes.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo