1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Neymar deixa o jogo chorando e vai para o hospital

Robson Morelli - Enviado especial a Fortaleza - O Estado de S. Paulo

04 Julho 2014 | 19h 22

Atacante leva forte joelhada nas costas durante o segundo tempo, é substituído e pode ser desfalque para a partida contra a Alemanha

Atualizado às 20h15

Apesar da vitória por 2 a 1 sobre a Colômbia, no Castelão, o clima de preocupação na seleção brasileira é grande por causa de Neymar. O atacante deixou o gramado no segundo tempo, após levar uma joelhada nas costas do lateral-direito Zuñiga e pode ser problema para o jogo contra a Alemanha, terça-feira, no Mineirão.

Neymar foi encaminhado para o Hospital São Carlos, um pronto-socorro particular, acompanhado do ortopedista da seleção, José Luiz Runco. O centro médico é o mesmo em que o atacante Hulk fez uma ressonância magnética antes do duelo contra o México, válido pela segunda rodada da primeira fase. 

Segundo o médico Wilson Meireles, diretor do hospital, Neymar terá de ficar pelo menos duas horas em observação. O jogador passará por uma ressonância, já tomou analgésicos e está imobilizado. A Fifa proibiu a divulgação de informações mais detalhadas sobre o estado de saúde do atacante.

Por enquanto, o voo fretado da seleção, marcado para as 21h30 com destino ao Rio, está confirmado. 

Fabrizio Bensch/AP
Neymar deixa o gramado do Castelão chorando

Após o choque com o colombiano, Neymar chorava e reclamava de muitas dores nas costas. Ele contou com o apoio dos companheiros. "Neymar é guerreiro. Vamos torcer para Deus curá-lo o mais rápido possível", disse o atacante Fred.

O Brasil já tem um importante desfalque para o jogo diante dos alemães. O zagueiro Thiago Silva recebeu o segundo cartão amarelo e terá de cumprir suspensão. 

Copa 2014