1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Neymar reafirma desejo de disputar Olimpíada e a Copa América

- Atualizado: 24 Março 2016 | 23h 06

Craque faz pressão para não ficar fora de uma competição

O atacante Neymar vive um dilema para ser resolvido nos próximos meses. O Barcelona não quer liberá-lo para disputar os Jogos Olímpicos e a Copa América, enquanto a CBF quer ter o seu principal jogador nas duas competições. Os lados negociam há meses e mais uma vez o jogador deixou claro qual é o seu desejo.

"Eu já falei para as duas partes que quero jogar as duas competições, mas é uma coisa de conversar. Estamos falando com o Dunga e com o Luis Enrique (técnico do Barcelona) e ainda não decidimos nada. Vamos pensar mais um pouco para ver a possibilidade e decidir", disse o jogador, em entrevista coletiva nesta quinta-feira em Recife, onde nesta sexta o Brasil encara o Uruguai, na Arena Pernambuco, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

Embora tenha exposto seu desejo, Neymar sabe que realizá-lo não depende apenas de sua vontade. "Na maioria das vezes, prevalece a vontade do jogador, mas nesse caso é diferente e a decisão não vai depender só de mim", explicou.

Neymar diz que já falou com Luis Enrique, no Barcelona, para disputar as duas competições
Neymar diz que já falou com Luis Enrique, no Barcelona, para disputar as duas competições

Dunga já disse algumas vezes que gostaria de contar com o atacante nas duas competições, mas, em entrevista dada no último dia 8, o treinador revelou que, se tivesse de escolher entre uma e outra, prefere que o craque esteja presente na Olimpíada, onde o Brasil buscará a conquista do último título importante que lhe falta no futebol.

A Copa América será realizada entre os dias 3 a 26 de junho. Já o futebol na Olimpíada no Rio está marcado para ser disputado entre 3 e 20 de agosto.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX