1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Neymar vai engessar o punho direito, mas deve jogar

AE - Agência Estado

20 Setembro 2012 | 13h 52

Contusão sofrida pelo atacante no dia 29 se agravou, mas problema não deve afastá-lo dos gramados

SANTOS - Um dia depois de marcar o gol da vitória da seleção brasileira sobre a Argentina, por 2 a 1, no Superclássico das Américas, o atacante Neymar passou nesta quinta-feira por exames médicos que detectaram uma inflamação no punho direito. Apesar do problema, ele não preocupa o Santos, que garantiu a presença do jogador nos próximos treinos e partidas.

Neymar sofreu uma torção no local no último dia 29, em partida contra o Bahia pelo Campeonato Brasileiro, e desde então vem atuando com uma imobilização, que agora precisará ser reforçada. Ao invés de uma atadura, o atacante utilizará um gesso no punho lesionado.

"Ele vem sendo acompanhado de uma entorse de punho. Desde então, foi iniciado um tratamento. Porém, pela sequência de jogos e pelas quedas ocorridas durante as partidas, aumentou o processo inflamatório local", explicou o médico Maurício Zenaide."Ele teve uma entorse no punho com uma lesão ligamentar parcial. Não houve rompimento, apenas um estiramento", completou.

Como a utilização de gesso é proibida para as partidas, antes de cada jogo Neymar precisará trocar a proteção por uma imobilização menos rígida. A expectativa é de que ele se recupere da contusão em um período de duas a quatro semanas.