1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Nigéria também discute premiação, mas diz que joga

AE-AP - Agência Estado

27 Junho 2014 | 12h 26

As discussões de premiação em algumas seleções africanas viraram comuns nesta Copa do Mundo, e nesta sexta-feira esse grupo ganhou mais um integrante. Um porta-voz da seleção nigeriana revelou que o elenco de jogadores está discutindo com a federação do país o pagamento de valores que teriam sido prometidos a eles.

Na última quinta-feira à noite, a seleção nigeriana inclusive precisou cancelar um treinamento que aconteceria à noite na cidade de Campinas, justamente porque uma reunião para discutir a premiação acontecia no momento. Apesar do entrevero, o porta-voz Ben Alaiya garantiu que a equipe entrará em campo diante da França, pelas oitavas de final, na próxima segunda-feira, em Brasília.

Alaiya tentou minimizar a discussão e garantiu que os jogadores sairão de Campinas nesta sexta e vão para Brasília, como estava planejado. Ele disse que a reunião de quinta acabou sendo mais longa que o previsto e por isso o treino foi cancelado, mas negou que a discussão possa ocasionar uma greve.

A seleção nigeriana já é a terceira africana a discutir premiação nesta Copa do Mundo. Os jogadores de Camarões chegaram a ameaçar uma greve antes do Mundial e acabaram desembarcando no Brasil com atraso por conta do impasse com o pagamento. Já em território brasileiro, o elenco de Gana também ameaçou uma greve e o presidente da federação do país precisou intervir e mandar dinheiro em um avião para que os atletas entrassem em campo contra Portugal, na última quinta.

Copa 2014