No ABC, São Caetano e Bragantino duelam pelo título da Série A2 paulista

Final em jogo único na noite deste sábado dará ao campeão uma vaga na Copa do Brasil de 2018

Estadão Conteúdo

06 Maio 2017 | 09h26

Após conquistarem o acesso à elite do futebol estadual, São Caetano e Bragantino se enfrentam neste sábado no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP), às 19h30, pela grande final do Campeonato Paulista da Série A2 - a segunda divisão -, que será disputada em jogo único. O campeão também garante uma vaga na Copa do Brasil em 2018.

 

O São Caetano, dono da melhor campanha (38 a 35 pontos), tem o direito de decidir em sua casa. Na fase anterior, o time do técnico Luiz Carlos Martins eliminou o Rio Claro. No primeiro jogo, fora de casa, empate por 2 a 2 e vitória tranquila no jogo de volta, por 3 a 0.

 

A classificação do Bragantino foi muito mais sofrida. Na primeira fase, os comandados do técnico Alberto Félix ficaram com a última vaga do G4; e somente na rodada final. Depois, diante do Água Santa, cada time venceu uma partida por 1 a 0, levando a decisão para os pênaltis. Com 100% de aproveitamento, o clube de Bragança Paulista (SP) venceu por 5 a 3, garantindo o acesso e a vaga na final.

 

No confronto entre os dois times na primeira fase, o São Caetano levou a melhor. O jogo, válido pela 5.ª rodada, foi disputado no estádio Anacleto Campanella e, com certa facilidade, vencido pelos donos da casa por 3 a 1. Ferreira, Carlão e Ermínio marcaram para o mandante, enquanto que Adriano Paulista descontou para o Bragantino.

 

Além de dois times tradicionais, os finalistas já conquistaram títulos importantes, elevando ainda mais o nível da final. O time do ABC foi campeão paulista em 2004 e vice da Copa Libertadores em 2002. Antes foi vice-brasileiro em 2000, diante do Vasco, e 2001, contra o Atlético Paranaense.

 

O time de Bragança Paulista conquistou o título paulista em 1990, além do Campeonato Brasileiro da Série B em 1989 e do vice-brasileiro em 1991, perdendo para o São Paulo.

 

TIMES

Luiz Carlos Martins não poderá contar com um de seus principais jogadores. Ferreira recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Rio Claro e terá que cumprir suspensão automática. O treinador não confirmou o provável time do São Caetano, mas a tendência é que Paulinho Santos fique com a vaga no meio de campo.

 

Do outro lado, Alberto Félix pôde celebrar que vai ter força máxima para escalar o Bragantino. Nenhum jogador está suspenso com cartão amarelo ou entregue ao departamento médico. O capitão Edson Sitta volta após cumprir suspensão automática - entra no lugar de Daniel Pereira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.