Assine o Estadão
assine

Esportes

futebol

No primeiro teste do ano, Corinthians perde para Atlético-MG

Galo conquista a Florida Cup, torneio de pré-temporada

0

DANIEL BATISTA,
O ESTADO DE S. PAULO

17 Janeiro 2016 | 18h56

A primeira mostra do Corinthians versão 2016 não acabou com o resultado esperado pelos torcedores, mas a atuação foi melhor do que muita gente esperava. Após a perda de importantes titulares, criou-se a dúvida de que time veríamos em campo neste domingo e apesar da derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG, em Boca Raton, pela Florida Cup, os comandados de Tite mostraram que podem manter o organizado esquema tático do ano passado.

 

E com a vitória sobre o Corinthians e o empate entre Fluminense e Shakhtar Donetsk, o Atlético-MG conseguiu garantir o título da competição com seis pontos, embora o torneio ainda tenha dois jogos na quarta-feira.

 

Em relação ao Corinthians, a falta de entrosamento, principalmente do meio para frente, pesou em alguns momentos, ainda mais porque o adversário era um Atlético-MG que teve como única mudança, a chegada do técnico Aguirre. Dentro de campo, o time era o mesmo dos tempos de Levir Culpi.

 

Sem Ralf, Jadson, Renato Augusto e Vagner Love, negociados, Tite armou o time com Malcom caindo pela direita, Romero na esquerda e Danilo centralizado, enquanto Rodriguinho aparecia no meio, para criar as jogadas.

 

Taticamente, pouca mudança no lado corintiano. O problema é que a diferença técnica entre Jadson para Rodriguinho é abissal e isso ficou evidente em determinados momentos. O Atlético-MG se aproveitou e foi quem saiu mais para o jogo.

 

Luan aproveitou o espaço dado por Uendel no lado esquerdo e chegou com liberdade no ataque. Em uma das jogadas, conseguiu chegar na linha de fundo e cruzou para Thiago Ribeiro chutar por cima do gol, sem goleiro.

 

Mais atento com a defesa e ainda tentando “se achar” em campo, o Corinthians apostou nos contra-ataques e conseguiu levar perigo em chutes de Bruno Henrique e Malcom, defendidos pelo goleiro Victor.

 

Antes de acabar a primeira etapa, o Atlético teve outra grande oportunidade com Dátolo, que acertou a trave e no rebote Walter defendeu o chute de Luan.

 

Na segunda etapa, os dois times começaram a fazer várias alterações e o Atlético conseguiu abrir o placar. Aos 12, Cazares tocou para Pratto, que entrou livre na área e cruzou rasteiro para Yuri empurrar para as redes.

 

Mesmo com as diversas mudanças feitas por Tite, a equipe paulista - com seu uniforme laranja - saiu do campo de defesa e tentou abrir espaço na defesa atleticana, mas não conseguiu finalizar com qualidade e deu pouco trabalho ao goleiro Victor.

 

Destaque para o meia Marlone, que entrou no lugar de Malcom e estreou bem, com velocidade, atenção na marcação e bons dribles. Entretanto, faltou arriscar mais contra a meta dos atleticanos.

 

O time corintiano volta a jogar na quarta-feira, quando encara o Shakhtar Donetsk, às 21h45.

Mais conteúdo sobre:

Comentários