1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

No último teste, Brasil não empolga e faz 1 a 0 na Sérvia no Morumbi

Almir Leite - O Estado de S. Paulo

06 Junho 2014 | 18h 21

Time mostrou-se bastante irregular durante a partida disputada no Morumbi; gol da vitória foi marcado por Fred no segundo tempo

A seleção brasileira encerrou com vitória a curta fase de jogos preparatórios para a Copa do Mundo ao vencer a Sérvia por 1 a 0, na tarde desta sexta-feira, no Morumbi. O gol foi de Fred, que vinha sendo criticado pelo fraco desempenho nos treinos, na etapa final. No último teste, o time mostrou-se bastante irregular e precisa fazer vários acertos para a estreia no Mundial, na próxima quinta-feira, na Arena Corinthians, contra a Croácia.

As vaias ao fim do primeiro tempo refletiram o espírito da torcida com a seleção brasileira no Morumbi. O torcedor mostrou-se compreensivo com o momento pré-Copa, procurou dar apoio ao time como pedira Luiz Felipe Scolari, mas também queria ver bom futebol e disposição dos jogadores.

Na etapa inicial, isso não ocorreu. É certo que a Sérvia, um time bem armado, com forte vocação para defender - ao menos demonstrou isso na tarde desta sexta-feira - criou dificuldade para os brasileiros. No entanto, não dá para ignorar o fato de o Brasil ter se mostrado pouco criativo, disperso, presa fácil da marcação dos europeus.

Última prova da seleção
Alex Silva/Estadão

O placar magro não agradou aos torcedores. Ao soar o apito final, o que se ouviu no Morumbi foram vaias, não aplausos.

Neymar, como sempre, tentou suas arrancadas em velocidade, enfileirando adversários. Mas como também não estava muito inspirado - perdeu vários lances - e também foi alvo da dura e por duas vezes mais viril marcação sérvia, pouco fez de prático.

Fred, isolado na frente, em determinados momentos da etapa voltou para buscar o jogo e até tentar armar uma ou outra jogada. Mas não é a dele. Oscar repetiu o jeito disperso mostrado contra o Panamá. Os laterais, bem marcados, não subiam. Daniel Alves, aliás, estava mal defensivamente, tomando dribles fáceis e perdendo bolas bobas.

Numa dessas bolas perdidas pelo lateral-direito, a Sérvia atacou pelo lado direito da defesa brasileira e teve a melhor chance da etapa, aos 3o minutos. O lateral-esquerdo Kolarov  avançou e chutou quase da linha de fundo. Julio Cesar rebateu e David Luiz colocou para escanteio. E dois minutos depois Mitrovic cabeceou livre. Sorte que errou o gol.

Era uma fase do jogo em que seleção falhava na marcação, permitindo contra-ataques, algo que tanto irritou Felipão nos treinos. E a situação não iria melhorar até o final do primeiro tempo. Ao contrario, nos minutos finais viu-se um festival de erros, com direito até a uma trombada entre Thiago Silva e David Luiz.

Por isso as vaias foram justas ao fim da etapa. Reação ao futebol fraco de uma seleção que não incomodou o goleiro Stojkovic. Afinal, os três chutes, de Marcelo, Fred e Daniel Alves nem no alvo foram.

Willian entrou no lugar no inoperante Oscar na etapa final, mas nos primeiros minutos a seleção brasileira continuou travada. Um teste para a paciência do torcedor, que aos 9 minutos, após jogada não aproveitada por Fred, gritou o nome de Luiz Fabiano. Mas aos 12, o artilheiro reconquistou a simpatia da torcida, ao marcar o gol que viria a dar a vitória ao Brasil.

E foi um belo gol. Após lançamento longo de Thiago Silva, Fred dominou no peito já tirando o zagueiro Ivanovic da jogada. Ficou cara a cara com Stojkovic e aí foi só dar num tapa na bola para marcar. Fred sairia aplaudido ao ser substituído por Jô, aos 29 minutos.

Depois do gol, a seleção ficou mais acesa, criou algumas outras chances e até teve um gol de Hulk erradamente anulado pela arbitragem - deu impedimento inexistente do atacante. E depois só não marca o segundo porque Stojkovic fez grande defesa em cabeçada de Jô, a um minuto do final da partida. Willian, movimentando-se bem em campo, criou alternativas de jogadas. É uma sombra para Oscar que cresce cada vez mais.

Mas a seleção também teve momentos de baixa na etapa final. Em alguns momentos foi pressionada, levou uma bola na trave e perdeu várias disputas pelo alto. No final, passou no teste diante da exigente torcida paulista. Mas ainda precisa corrigir muita coisa para disputar em condição de ganhar a Copa do Mundo.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 1 X 0 SÉRVIA

BRASIL- Julio Cesar; Daniel Alves (Maicon), Thiago Silva, David Luiz e Marcelo (Maxwell); Luiz Gustavo, Paulinho (Fernandinho) e Oscar (Willian); Hulk, Fred (Jô) e Neymar (Bernard). Técnico - Luiz Felipe Scolari.

SÉRVIA - Stojkovic (Lukac); Basta, Tosic, Ivanovic e Kolarov; Jojic, Tadic (Tosic), Petrovic, Matic e Markovic; Mitrovic (Gudelj). Técnico - Ljubinko Drulovic.

ÁRBITRO - Enrique Osses (CHI).

CARTÃO AMARELO - Petrovic, Matic

GOL - Fred, aos 12 minutos do segundo tempo.

RENDA - R$ 8.693.940,00.

PÚBLICO - 63.280 pagantes (67.042 pagantes).

LOCAL - Estádio do Morumbi.

Copa 2014