Mike Lawrie/AFP
Mike Lawrie/AFP

Norte-americano Donovan deixa aposentadoria e vai jogar no futebol mexicano

Meia-atacante vestirá a camisa do León, pelo qual disputará o Torneio Clausura

Estadão Conteúdo

13 Janeiro 2018 | 14h02

Considerado o melhor jogador norte-americano da história, Landon Donovan está de volta ao futebol. O meia-atacante de 35 anos surpreendeu ao anunciar a interrupção de sua aposentadoria para assinar com o León, do México, pelo qual disputará o Torneio Clausura do país.

O León confirmou o acerto nas primeiras horas deste sábado, mas não especificou o tempo do contrato assinado por Donovan. O jogador comentou sobre o acordo e se mostrou animado para atuar no México pela primeira vez na carreira.

"Me encantou a cidade. É a melhor torcida. O León é uma equipe histórica e vencedora. Não acredito nos muros, quero ir ao México, vestir-me de verde e ganhar troféus com o León. Nos vemos em breve", escreveu o jogador em sua página no Twitter.

 

Apesar de explanar que não crê nas barreiras entre México e Estados Unidos, Donovan em diversas vezes foi símbolo da rivalidade entre os países. Na Copa do Mundo de 2002, quando os norte-americanos bateram os mexicanos nas oitavas de final, por exemplo, chegou a dizer que queria ver os adversários "de joelhos, humilhados, chorando". Ele ainda repetiu provocações em outros momentos e, por isso, era bastante hostilizado quando os EUA atuavam na casa do rival.

Apesar de norte-americano, Donovan surgiu na base do Bayer Leverkusen no fim dos anos 1990 e só voltou ao país em 2001, para atuar pelo San José Earthquakes. Em 2005, chegou ao Los Angeles Galaxy, onde ficou até 2014. Neste período, foi emprestado em três oportunidades para o futebol europeu, para o Bayern de Munique, em 2009, e para o Everton, em 2010 e 2012.

Frustrado por ter ficado da Copa do Mundo do Brasil, em 2014, Donovan anunciou sua aposentadoria naquele ano, mas voltou em setembro de 2016 para auxiliar o Galaxy na reta final da campanha na MLS. Agora, retorna ao futebol novamente para jogar na primeira divisão mexicana.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.