Nos pênaltis, Bragantino vence o Água Santa e retorna à elite do Paulistão

Time de Bragança ganha nos pênaltis por 5 a 3

Estadao Conteudo

02 Maio 2017 | 18h06

Depois de dois jogos muitos equilibrados pelas semifinais da Série A2 do Campeonato Paulista - a segunda divisão estadual -, o Bragantino passou pelo Água Santa nesta terça-feira e está de volta à elite. No estádio Distrital do Inamar, em Diadema (SP), os donos da casa venceram no tempo normal por 1 a 0, com gol do centroavante William, devolvendo o resultado do jogo de ida, em Bragança Paulista (SP). Nas penalidades, porém, o Bragantino venceu por 5 a 3, garantindo a vaga na final - contra São Caetano ou Rio Claro - e no Paulistão de 2018.

O primeiro tempo foi bastante equilibrado, com o Bragantino tomando conta das ações ofensivas e dando trabalho ao goleiro Richard. No final da etapa, porém, o Água Santa marcou o gol que tanto precisava com William, aos 45 minutos.

No segundo tempo, o time de Diadema foi melhor, mas não conseguiu furar o bloqueio do visitante, que tentou se aproveitar dos contra-ataques para empatar o jogo, mas sem sucesso.

Nas cobranças de pênaltis, Bruno Smith errou o quarto pênalti do Água Santa. Pelo lado do Bragantino, todo mundo converteu, sendo Rodrigo Paulista o último a bater, colocando o time de volta na elite do futebol de São Paulo. Rafael Grampola, Vitor, Guilherme Mattis e Wellington fizeram para o time de Bragança Paulista, enquanto que Romão, Robson e Rafael Toledo anotaram para o de Diadema.

LESÃO

No início do segundo tempo, um lance para lá de inusitado abalou quem estava no estádio Distrital de Inamar. Aos 7 minutos, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira escorregou e sofreu uma fratura no pé esquerdo.

Ele precisou ser socorrido pelo ambulância e foi levado a um hospital da cidade. Roberto Pinelli, quarto árbitro, foi o responsável por conduzir o restante da partida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.