Assine o Estadão
assine

Esportes

Santos FC

Novorizontino e Santos empatam em jogo de seis gols no Paulistão

Resultado reflete com precisão o equilíbrio da partida: 3 a 3

0

Raphael Ramos,
O Estado de S. Paulo

13 Fevereiro 2016 | 23h13

Santos e Novorizontino fizeram um jogo aberto, cheio de chances de gol, neste sábado, no estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte, pela quarta rodada do Campeonato Paulista. O resultado final acabou sendo justo e refletindo com precisão o equilíbrio da partida: 3 a 3. 

Sobretudo no segundo tempo, as duas equipes se lançaram ao ataque e o jogo foi bastante movimento. Chamou atenção a postura do Novorizontino, que não se intimidou diante do favoritismo do Santos e buscou jogar de igual para igual.

Desde o início, o jogo foi intenso. Com menos de dez minutos, as duas equipes já haviam criado duas boas chances de abrir o placar. 

O Santos era ligeiramente superior e conseguia manter a posse de bola no ataque por mais tempo. A equipe, no entanto, tinha dificuldade para furar a defesa do Novorizontino. 

O gol só saiu aos 39 minutos. Ricardo Oliveira recebeu o lançamento, avançou pela esquerda e rolou para Gabriel, sem marcação, toca de primeira para o fundo da redes.

No segundo tempo, quem voltou melhor foi o Novorizontino. Logo aos sete minutos veio o merecido empate do time interior. Após o chute rasteiro de Paulinho pela esquerda, a defesa santista cortou mal e Pereira aproveitou para a rede, sem chances para Vanderlei.

O Santos, porém, não deixou que o Novorizontino ficasse em vantagem por muito tempo. Cinco minutos depois, Lucas Lima fez um golaço. O meia driblou três marcadores e bateu colocado de perna direita.

O Novorizontino não se abateu e manteve a sua postura agressiva, sem dar muito espaço para o Santos. A recompensa pela coragem da equipe veio com dois gols em quatro minutos. Aos 22, Fagner recebeu lançamento de Rayllan e bateu alto, na saída do goleiro. Aos 26, Lima arriscou de fora da área. O chute saiu forte e rasteiro, no canto esquerdo de Vanderlei.

O empate do Santos veio em um lance polêmico. Aos 37, o juiz marcou falta em Serginho na entrada da área e os jogadores do Novorizontino reclamaram muito do lance.

Na cobrança, Victor Ferraz bateu com estilo por cima da barreira. O goleiro Anderson se esticou todo, mas não conseguiu evitar o belo gol do lateral.

FICHA TÉCNICA

NOVORIZONTINO 3 X 3 SANTOS

NOVORIZONTINO - Anderson; Éder Sciola, Domingues, Jéci e Paulinho; Deda (Fagner), Adriano, Pereira e Rayllan; Wesley (Lima) e Roberto (Cléo Silva). Técnico: Guilherme Alves

SANTOS - Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia (Serginho), Renato, Lucas Lima e Patito (Vitor Bueno); Ricardo Oliveira e Gabriel (Neto Berola). Técnico: Dorival Junior

GOLS - Gabriel, aos 39 minutos do primeiro tempo, Pereira, aos sete minutos do segundo tempo, Lucas Lima, aos 12, Fagner, aos 22, Lima, aos 26, e Victor Ferraz, aos 39.

JUIZ - Luiz Vanderlei Martinucho.

CARTÃO AMARELO - Lucas Lima (Santos). 

RENDA - R$ 300.014,00.

PÚBLICO - 8.505 pagantes.

LOCAL - Estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte.

Comentários