1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Objetivo da Grécia é chegar ao mata-mata, diz capitão

AE - Agência Estado

11 Junho 2014 | 16h 01

Giorgios Karagounis é um dos poucos remanescentes da seleção grega campeã europeia em 2004. Capitão do time, o meia já participou de uma Copa do Mundo (2010) e é o atual recordista de atuações pela Grécia, com 135 participações. Com toda esta experiência, ele aponta o caminho das pedras para que a equipe nacional tenha sucesso no Brasil.

Karagounis é taxativo sobre a principal meta do time grego durante o Mundial. "Nós queremos chegar na fase eliminatória, algo que a Grécia nunca conseguiu", disse, em entrevista ao site da Fifa. Para atingir esse objetivo, o meio-campista considera vital uma vitória na estreia da equipe, contra a cabeça de chave Colômbia. "É o jogo mais importante para nós", aponta o capitão grego. "Sabemos que se trata de um time muito perigoso", completa. A partida será realizada no próximo sábado, no Mineirão, em Belo Horizonte.

O meia aponta o entrosamento como a principal arma do time para conseguir a classificação em um grupo que conta ainda com Japão e Costa do Marfim. "Nós jogamos juntos há muitos anos e operamos como uma unidade", afirma. Karagounis descarta o rótulo de zebra para a seleção grega. "Quem nos desrespeitar pagará por isso."

O capitão ressalta a importância do trabalho de Fernando Santos, técnico português que substituiu o alemão Otto Rehhagel, um dos campeões europeus com a Grécia e treinador do país entre 2001 e 2010. "Santos aprendeu lições com o antigo treinador e, com seu conhecimento sobre o time, tenho esperança que chegaremos à fase eliminatória", disse Karagounis.

Copa 2014