1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail
Copa 2014

Ofendido, Juan Zuñiga se defende e lamenta lesão de Neymar

AE - Agência Estado

05 Julho 2014 | 15h 25

Lateral colombiano revelou-se triste com consequência de choque com o atacante brasileiro e reafirma que jogada foi involuntária 

O lateral-direito Juan Zuñiga lamentou neste sábado o fato de Neymar ter se lesionado em lance envolvendo os dois jogadores e reafirmou que sua participação na jogada foi involuntária. O incidente aconteceu na sexta-feira, em vitória do Brasil por 2 a 1 sobre a Colômbia pelas quartas de final da Copa do Mundo. Por causa de uma joelhada nas costas, o atacante brasileiro fraturou a terceira vértebra da coluna e está fora do Mundial.

"Lamento de maneira profunda pela triste lesão de Neymar. Sinto pesar por essa situação ter sido resultado de uma ação normal de jogo, a qual não decorreu de má intenção, maldade ou imprudência da minha parte. Quero enviar uma saudação especial a Neymar. Eu te admiro, respeito e considero um dos melhores jogadores do mundo", escreveu o colombiano em legenda de imagem no Instagram, rede social de compartilhamento de fotos na internet.

Zuñiga acerta Neymar com uma joelhada nas costas
Zuñiga acerta Neymar com uma joelhada nas costas

Revoltados com a lesão do craque brasileiro e julgando que Zuñiga agiu de má fé no lance, pessoas acessaram fotos do atleta na rede social e o insultaram com palavras de baixo calão, incluindo manifestações racistas. O agravante é que a filha e a esposa do colombiano também foram alvo de ofensas em imagens em que elas apareciam, deletadas posteriormente para amenizar a onda de xingamentos e ameaças pesadas contra a família do lateral.

"À torcida brasileira, que hoje vê um de seus jogadores, um ser humano exemplar, fora da festa da Copa, envio uma mensagem especial e agradeço a todos que apoiaram a seleção colombiana nas partidas no Mundial", dizia outro trecho do texto. Após o jogo contra o Brasil e já ciente da gravidade da lesão de Neymar, Zuñiga já havia afirmado que o lance havia sido casual.

Copa 2014