1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Oscar é liberado por Felipão para o nascimento da filha

Robson Morelli - Enviado especial - O Estado de S. Paulo

04 Junho 2014 | 22h 12

Jogador se juntará à delegação em São Paulo, onde a equipe de Luiz Felipe Scolari enfrenta a Sérvia na próxima sexta-feira

O grupo da seleção brasileira terá apenas 22 jogadores no treino desta quinta-feira, na Granja Comary. E por um bom motivo. Oscar foi liberado, na noite desta quarta-feira, pelo técnico Luiz Felipe Scolari para acompanhar nesta quinta de manhã o nascimento de sua primeira filha, que vai se chamar Julia. O meia da seleção brasileira vive há alguns dias a ansiedade da chegada da menina.

O jogador se juntará à delegação em São Paulo, onde a equipe de Felipão enfrenta a Sérvia na próxima sexta-feira no último teste antes da Copa do Mundo. Oscar deixou Teresópolis após o treinamento da tarde desta quarta-feira depois da liberação de Felipão. Na despedida, os companheiros de time cumprimentaram o jogador. Luiz Gustavo, Marcelo, Neymar, Hulk, David Luiz e Dante chegaram a carregar o atleta para uma foto.

Na coletiva realizada após a goleada por 4 a 0 sobre o Panamá, Felipão falou da possibilidade de liberar o jogador para acompanhar o nascimento. No ano passado, o treinador fez o mesmo com o goleiro Jefferson durante a Copa das Confederações, quando o goleiro deixou a concentração para assistir ao parto do terceiro filho.

Divulgação
Oscar é carregado pelos companheiros da seleção antes de deixar a concentração

 

O restante do grupo da seleção embarca à capital paulista às 16h44 desta quinta-feira. A partida contra a seleção da Sérvia será disputada no dia seguinte, às 16h. Oscar, que deu lugar a Willian no segundo tempo da partida diante do Panamá, deve começar entre os titulares. O time de Felipão retorna a Teresópolis no mesmo dia, logo após a partida. No sábado, os jogadores terão a primeira folga desde o último dia 26. 

O time brasileiro encara a Sérvia, no Estádio do Morumbi, provavelmente com casa cheia. A estimativa é que mais de 50 mil torcedores vejam este último jogo antes da estreia contra a Croácia, no dia 12, no Arena Corinthians, também na capital paulista.

Copa 2014