Pai de Victor morre e goleiro pode desfalcar o Atlético-MG nesta terça

José Bagy faleceu aos 75 anos

Estadão Conteudo

15 Maio 2017 | 13h34

O Atlético-MG comunicou nesta segunda-feira a morte do pai do goleiro Victor. José Bagy, de 75 anos, vinha enfrentando problemas de saúde nos últimos meses e não resistiu na última madrugada. A causa do falecimento, no entanto, não foi divulgada pelo clube.

"Victor, em nome da torcida e de todo o clube, nossos sentimentos pelo falecimento do seu pai. Força, Victor", limitou-se a comentar o Atlético-MG através das redes sociais.

Imediatamente após a notícia, Victor foi liberado do treino desta segunda-feira e seguiu para o interior de São Paulo, onde se encontraria com os familiares. O corpo seria velado em Santo Anastácio, cidade natal do goleiro, e sepultado ainda nesta tarde, por volta das 17 horas.

A fatalidade pode fazer com que Victor se torne desfalque do Atlético-MG nesta terça-feira, quando o time mineiro recebe o Godoy Cruz no Independência, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores, na briga pela primeira colocação da chave 6. Se isso acontecer, Giovanni deverá ser seu substituto.

Victor já havia se emocionado ao falar do estado de saúde do pai após o título mineiro, que dedicou a ele. "É uma coisa que eu procurei não externar muito, mas esse título eu dedico ao meu pai, que está há duas semanas internado. Só Deus para me dar força para entrar em campo para poder fazer o meu melhor. Esse título vai para o meu pai, por todo o sofrimento que venho passando, e minha família também", disse na época.

Mais conteúdo sobre:
futebol Clube Atlético Mineiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.