Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Palmeiras joga para provar que evoluiu nos treinamentos

Em Minas, Palmeiras encara o Atlético-MG e precisa da vitória para seguir na luta pelo título

O Estado de S.Paulo

09 Setembro 2017 | 07h00

Treze dias depois de vencer o clássico com o São Paulo por 4 a 2, o Palmeiras volta a campo hoje pelo Brasileirão. Às 16h, enfrenta o Atlético-MG no Independência, em Belo Horizonte. O Alviverde busca mais do que a vitória – quer provar para o seu torcedor que evoluiu durante a pausa para as Eliminatórias da Copa da Rússia.

Quarto colocado no campeonato com 36 pontos, 14 atrás do líder Corinthians, o Palmeiras ainda sonha com a conquista do bicampeonato nacional – a vaga na Libertadores da próxima temporada é vista como obrigação por diretores e pela torcida. 

Durante o período de treinamentos, o técnico Cuca deu nova oportunidade para o lateral-esquerdo Egídio, que volta à posição no lugar de Michel Bastos, que sentiu problemas musculares e está vetado.

O atacante Dudu, machucado desde a eliminação na Copa Libertadores, se recuperou e ficará no banco de reservas, pois ainda não está com em perfeitas condições físicas. Outra dúvida é em relação a Róger Guedes, já que o atacante também sentiu dores musculares nos treinos.

Com Borja dispensado para resolver questões particulares na Colômbia (ele estava com a sua seleção para as partidas das Eliminatórias), Willian e Deyverson jogarão no ataque na partida de hoje.

Cuca ainda falou mais uma vez ontem sobre Felipe Melo e garantiu que não guarda nenhuma mágoa do volante. “Ele reconheceu seus erros, tem o direito de se recuperar. Se ele puder ser útil neste ano, vai ser aproveitado sim. Ele é um funcionário do clube”, afirmou.

No Atlético-MG, o técnico Rogério Micale sacou Robinho do time titular – Cazares começa o jogo no setor ofensivo ao lado de Fred, Luan e Valdivia. 

Mais conteúdo sobre:
Palmeiras Atlético Mineiro Robinho Fred

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.