1. Usuário
Assine o Estadão
assine

'Palmeiras não vai cair', diz atacante são-paulino Alan Kardec

Gonçalo Júnior - O Estado de S. Paulo

18 Agosto 2014 | 18h 20

Transferido do Alviverde para o Tricolor do Morumbi, jogador diz que ex-clube apresenta um bom futebol e não deve ser rebaixado 

O atacante Alan Kardec, autor do gol da vitória do São Paulo sobre o Palmeiras, por 2 a 1, neste domingo, no Pacaembu, acredita que o rival não será rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. Atualmente, o time alviverde ocupa a 17ª posição na tabela e atravessa uma grande crise. "O Palmeiras não vai cair. Eu não conheço os métodos de trabalho que estão sendo adotados, mas pelo futebol que a equipe vem apresentando, ela não será rebaixada", afirmou o atacante em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira.

Antes de chegar ao São Paulo, Alan Kardec teve uma participação importante na campanha do Palmeiras na Série B do ano passado, quando foi artilheiro do torneio. Defendeu o clube entre junho de 2013 e abril deste ano, emprestado pelo Benfica. Após desentendimentos com a diretoria, acabou acertando a transferência para o rival. Do lado alviverde, houve mágoa pela mudança. À época, o presidente Paulo Nobre chegou a afirmar que havia tirado Kardec do ostracismo quando o contratou.

José Patrício/Estadão
Kardec foi o autor do gol que deu a vitória ao São Paulo

Até hoje, o Palmeiras diz que o rival foi desleal na negociação. O atacante evitou criticar o presidente Paulo Nobre diretamente. "Foi algo que me chateou muito. Se fosse ostracismo, o Palmeiras não estaria atrás do meu futebol. Eu agi corretamente, embora muitos não aceitem isso", afirmou.

Em tom conciliador, Kardec também evitou fazer comparações entre a posição que as duas equipes ocupam na tabela - o São Paulo é o quinto colocado. "Olhando para a posição que as duas equipes ocupam na tabela, é fácil que as pessoas digam que eu tomei a decisão certa, ao trocar o São Paulo pelo Palmeiras. Mas, quando estava na Europa, eu escolhi o Palmeiras pela sua história e sua camisa. Naquele momento, também deu certo", disse Kardec, que já marcou quatro gols em seis gols com a camisa do São Paulo.