1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Cuca pode acertar com o Palmeiras antes do jogo com o São Paulo

- Atualizado: 10 Março 2016 | 09h 46

Técnico é o nome preferido para o lugar de Marcelo Oliveira

Após a demissão do técnico Marcelo Oliveira, o Palmeiras pode anunciar a contratação do técnico Cuca antes mesmo da partida contra o São Paulo, domingo, no Pacaembu. Mesmo que o acerto ocorra nos próximos dias, Alberto Valentim comandará a equipe neste fim de semana. A diretoria prometeu correr atrás de novo comandante para o time e não deve retardar para definir o substituto de Oliveira.

O Estado conversou com pessoas ligadas à diretoria do Palmeiras no Allianz Parque e o fato é que Cuca não é apenas o plano A, mas sim, o único técnico na mira da diretoria. Por isso, o acerto parece certo e em questão de horas. Cuca, que por diversas vezes disse sonhar dirigir o clube em que jogou, recusou recentemente uma proposta do Fluminense, justamente por saber que poderia assumir o time  em breve.

Shandong Luneng, da China, foi o último time comandado por Cuca
Shandong Luneng, da China, foi o último time comandado por Cuca

Cuca só não será técnico do Palmeiras se tiver grandes divergências em relação a salário. O treinador estava trabalhando no Shandong Luneng, da China, onde faturava cerca de R$ 1 milhão mensais, mas está decidido a reduzir drasticamente o que recebia para voltar ao futebol brasileiro. O “namoro” entre Cuca e Palmeiras é antigo, mas se intensificou nas últimas semanas. Antes da partida contra o Rosario, o treinador foi sondado por pessoas próximas da diretoria e a informação recebida era que ele estava disposto a ficar mais um período sem trabalhar, por causa de problemas de saúde na família, mas aceitaria antecipar o retorno caso aparecesse uma boa proposta.

Outros nomes chegaram a ser comentados no Palmeiras, como de Abel Braga e Levir Culpi (que foi para o Fluminense), mas não empolgaram o presidente Paulo Nobre e o diretor de Futebol Alexandre Mattos. A direção quer o acerto com o novo treinador rapidamente, já que o time tem novo compromisso pela Libertadores na quarta-feira que vem, novamente contra o Nacional, desta vez no Uruguai.

Marcelo Oliveira provavelmente seria demitido caso perdesse para os argentinos do Rosario Central, mas o Palmeiras venceu o jogo por 2 a 0 e o treinador ganhou sobrevida, apesar da partida ruim no segundo tempo. Em seguida, mais um resultado positivo, 4 a 1 sobre o Capivariano. Entretanto, a condição do treinador não sofreu muita alteração. Ele continou na mira. Nesta quarta-feira, a derrota para o Nacional acabou sendo a gota d'água para a diretoria tomar sua decisão. No total, o treinador fez 53 jogos, sendo 24 vitórias, 11 empates e 18 derrotas.

 

CLÁSSICO

Para o clássico com o São Paulo, Alberto Valentim assume interinamente pela quarta vez a equipe. Antes, já havia assumido após a queda de Gilson Kleina, Ricardo Gareca e Oswaldo de Oliveira. O ex-jogador fez nove jogos, sendo cinco vitórias, um empate e três derrotas.

Palmeiras em 2016
JF Diorio/Estadão
Palmeiras em 2016

Gabriel Jesus comandou mais uma vitória do Palmeiras no jogo contra o Figueirense. Com os dois gols marcados, ele assumiu a artilharia do Brasileirão

 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX