Assine o Estadão
assine

Esportes

Futebol

Cuca pode acertar com o Palmeiras antes do jogo com o São Paulo

Técnico é o nome preferido para o lugar de Marcelo Oliveira

0

Daniel Batista,
O Estado de S.Paulo

10 Março 2016 | 07h00

Após a demissão do técnico Marcelo Oliveira, o Palmeiras pode anunciar a contratação do técnico Cuca antes mesmo da partida contra o São Paulo, domingo, no Pacaembu. Mesmo que o acerto ocorra nos próximos dias, Alberto Valentim comandará a equipe neste fim de semana. A diretoria prometeu correr atrás de novo comandante para o time e não deve retardar para definir o substituto de Oliveira.

O Estado conversou com pessoas ligadas à diretoria do Palmeiras no Allianz Parque e o fato é que Cuca não é apenas o plano A, mas sim, o único técnico na mira da diretoria. Por isso, o acerto parece certo e em questão de horas. Cuca, que por diversas vezes disse sonhar dirigir o clube em que jogou, recusou recentemente uma proposta do Fluminense, justamente por saber que poderia assumir o time  em breve.

Cuca só não será técnico do Palmeiras se tiver grandes divergências em relação a salário. O treinador estava trabalhando no Shandong Luneng, da China, onde faturava cerca de R$ 1 milhão mensais, mas está decidido a reduzir drasticamente o que recebia para voltar ao futebol brasileiro. O “namoro” entre Cuca e Palmeiras é antigo, mas se intensificou nas últimas semanas. Antes da partida contra o Rosario, o treinador foi sondado por pessoas próximas da diretoria e a informação recebida era que ele estava disposto a ficar mais um período sem trabalhar, por causa de problemas de saúde na família, mas aceitaria antecipar o retorno caso aparecesse uma boa proposta.

Outros nomes chegaram a ser comentados no Palmeiras, como de Abel Braga e Levir Culpi (que foi para o Fluminense), mas não empolgaram o presidente Paulo Nobre e o diretor de Futebol Alexandre Mattos. A direção quer o acerto com o novo treinador rapidamente, já que o time tem novo compromisso pela Libertadores na quarta-feira que vem, novamente contra o Nacional, desta vez no Uruguai.

Marcelo Oliveira provavelmente seria demitido caso perdesse para os argentinos do Rosario Central, mas o Palmeiras venceu o jogo por 2 a 0 e o treinador ganhou sobrevida, apesar da partida ruim no segundo tempo. Em seguida, mais um resultado positivo, 4 a 1 sobre o Capivariano. Entretanto, a condição do treinador não sofreu muita alteração. Ele continou na mira. Nesta quarta-feira, a derrota para o Nacional acabou sendo a gota d'água para a diretoria tomar sua decisão. No total, o treinador fez 53 jogos, sendo 24 vitórias, 11 empates e 18 derrotas.

 

CLÁSSICO

Para o clássico com o São Paulo, Alberto Valentim assume interinamente pela quarta vez a equipe. Antes, já havia assumido após a queda de Gilson Kleina, Ricardo Gareca e Oswaldo de Oliveira. O ex-jogador fez nove jogos, sendo cinco vitórias, um empate e três derrotas.

 

Comentários