Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Palmeiras protocola queixa contra arbitragem de Leandro Vuaden

Clube reclama de possíveis erros cometidos durante o jogo do último sábado, o empate com o Atlético-MG

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

12 Setembro 2017 | 19h31

O Palmeiras protocolou nesta terça-feira na CBF uma reclamação formal contra a arbitragem do gaúcho Leandro Pedro Vuaden no empate do time em 1 a 1 com o Atlético-MG, no último sábado, pelo Campeonato Brasileiro. O presidente do equipe paulista, Mauricio Galiotte, já havia manifestado após a partida o plano de fazer a representação, efetivada na última tarde.

A partida teve dois jogadores expulsos do Palmeiras (Luan e Willian) e três pênaltis marcados, dois para o Atlético-MG e um para o time visitante. A principal reclamação é sobre um possível pênalti não assinalado por toque de mão no defensor do clube alvinegro e de uma agressão de Valdivia em Willian instantes antes dos dois se desentenderem e o palmeirense acabar expulso.

O clube protocolou juntamente com o protesto um vídeo para embasar a argumentação. "O fato é que o árbitro não teve nenhum critério na partida. Absolutamente descompensado. Ele foi extremamente rigoroso com o Palmeiras e benevolente com o time da casa. Se é para ser rigoroso, vamos ser para os dois lados", disse no sábado o presidente do clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.