Palmeiras terá Rovílson em 10 dias

O apartamento é bonito, bem decorado e fica num bom bairro, Perdizes, mas Rovílson, lateral-esquerdo do Palmeiras, não suportava mais ficar dentro dele. O jovem atleta, de 21 anos, não joga futebol desde outubro, quando teve ruptura do tendão de aquiles da perna esquerda, e, desde então, vem sofrendo com a solidão. Não viaja com o time, não vai para a concentração e não joga. Pior, não tem companhia em São Paulo ? a família vive em Cajuru, no interior paulista. Mas a agonia está no fim. Nesta terça-feira, Rovílson comemorou a volta aos treinos com bola. Em dez dias, poderá retomar a posição de titular da lateral. ?Passava o tempo fazendo fisioterapia no clube e vendo TV em casa?, contou. ?O máximo que fazia era passear no shopping.? Em alguns fins de semana, conseguia ?escapar? para Cajuru, onde vai a choperias e restaurantes com os amigos. No ano passado, Rovílson, contratado do América de Rio Preto, vinha tendo boas atuações pelo Palmeiras, quando se contundiu num jogo com o São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro. Assim que estiver bem fisicamente, voltará a figurar entre os titulares, porque Adauto não agradou e Daniel vem jogando improvisado na posição. Nesta terça-feira, após o treino, os jogadores fizeram guerra de farinha e ovos para comemorar o aniversário do zagueiro Leonardo.

Agencia Estado,

12 Março 2002 | 19h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.