Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Para brigar por 'coisas grandes', Corinthians usará clássico como parâmetro

Vice-líder do Brasileirão, time de Fábio Carille recebe o Santos no sábado

Nathalia Garcia, O Estado de S. Paulo

31 Maio 2017 | 07h00

Na disputa pela liderança do Campeonato Brasileiro, o Corinthians terá uma sequência dura de jogos pela frente, a começar pelo clássico com o Santos, no próximo sábado, às 19 horas. O jogo em Itaquera, com 23.500 ingressos vendidos até a tarde de terça-feira, será um importante teste para o time mostrar que vai brigar "por coisas grandes", como projetou o técnico Fábio Carille.

A partir de junho, o Brasileirão terá um calendário intenso, com jogos no meio e nos fins de semana. Em um intervalo de 23 dias, sete rodadas serão disputadas. E o Corinthians enfrentará rivais de peso em sequência: Santos, Vasco (fora de casa), São Paulo e Cruzeiro.

O time alvinegro chegou à vice-liderança (atrás apenas da Chapecoense), com sete pontos na tabela, depois do empate com o time catarinense por 1 a 1, em casa, e dos triunfos sobre Vitória e Atlético-GO, ambos por 1 a 0 e fora de casa. Além disso, acumula 16 jogos de invencibilidade, a última derrota ocorreu em 19 de março, ainda na primeira fase do Campeonato Paulista.

A confiança está em alta, mas o Corinthians precisará manter o bom desempenho para embalar de vez na competição. Para o goleiro Cássio, é preciso encarar todas as partidas com seriedade. "Não podemos desmerecer nenhuma equipe. Se tivéssemos feito isso, não conseguiríamos as vitórias. São sempre jogos difíceis. Mas é claro que, almejando a liderança, temos de vencer em casa e buscar pontos fora", disse.

Como visitante, o elenco de Fábio Carille tem o melhor desempenho entre os times da elite do futebol brasileiro. O objetivo é repetir a dose na Arena Corinthians, afinal, três dos próximos quatro jogos da equipe no Brasileirão serão em seus domínios.

O Corinthians conta com a boa fase do meia Rodriguinho e do atacante Jô - artilheiros da equipe no ano, com nove gols cada - e do lateral-esquerdo Guilherme Arana - líder em assistências - para garantir uma vitória convincente diante do Santos. Criatividade e agressividade também são características desejáveis para comprovar a evolução alvinegra na temporada. O grupo volta a treinar na tarde desta quarta, e Carille terá mais três dias de trabalho de preparação para o clássico.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Corinthians Campeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.