1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Para Kaká, ausência de brasileiros entre melhores é um 'alerta'

- Atualizado: 04 Janeiro 2016 | 09h 50

Para jogador, é questão de tempo para que Neymar seja eleito

Kaká, o último brasileiro a vencer o troféu de melhor do mundo, em 2007, avisa que a seca que viveu o País ao não ter colocado nenhum jogador nacional no topo da lista dos finalistas desde então deve "servir de alerta ao futebol brasileiro".

Na próxima segunda-feira, a Fifa entregará o prêmio e, pela primeira vez desde 2007, um brasileiro faz parte dos finalistas. Além dos favoritos Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, Neymar concorre ao prêmio máximo. Para a Fifa, "seca" de brasileiros entre 2007 e 2015 é "considerável".

Kaká foi o último brasileiro a conquistar o troféu de melhor do mundo, em 2007

Kaká foi o último brasileiro a conquistar o troféu de melhor do mundo, em 2007

Em uma entrevista ao site oficial da Fifa (assista), Kaká reconhece que existe um problema. "É difícil identificar um só motivo para isso, mas deve servir de alerta ao futebol brasileiro", disse. Para ele, formar um jogador para ganhar a Bola de Ouro "não é uma tarefa fácil".  

Na avaliação do jogador do Orlando City, Neymar "tem melhorado muito desde que foi jogar na Europa". "Seu jogo é muito mais maduro", afirmou. "Agora, é questão de tempo para que ele seja o primeiro", estimou Kaká. 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX