Paraguai festeja "proeza" do Olimpia

Depois que o Paraguai passou a noite festejando a conquista da Libertadores, os principais jornais do país qualificaram nesta quinta-feira a vitória do Olimpia sobre o São Caetano, em pleno Pacaembu, como uma verdadeira ?proeza?. Afinal, segundo eles, o clube paraguaio enfrentou várias adversidades, como a derrota em casa no primeiro jogo, a desvantagem no placar e ainda uma crise interna, para ficar com o título nos pênaltis. ?Olimpia, o maior da América?, estampou em seu manchete o diário ?ABC Color?. ?Branco e negro foram as cores da festa?, disse o ?Ultima Hora?, lembrando que as cores do uniforme da equipe paraguaia prevaleceram sobre o azul do São Caetano. Para o jornal ?Popular?, o ?Olimpia segue sendo o rei?. Já o ?La Nacion? pensa no futuro, na decisão do Mundial Interclubes, contra o Real Madrid, dezembro, no Japão: ?Olimpia é o legítimo campeão da América e jogará com Real?. Enquanto isso, a torcida do Olimpia não cansou de festejar o tricampeonato da Libertadores (ganhou também em 79 e 90). As comemorações só acabaram depois da chegada da equipe a Assunção, no começo da manhã desta quinta-feira.

Agencia Estado,

01 Agosto 2002 | 10h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.