Paraná joga para ?salvar? semetre

Sem possibilidades de classificação na Copa Sul-Minas, o Paraná Clube volta suas esperanças de "salvar" o semestre na Copa do Brasil. O objetivo é conseguir um bom resultado diante do Botafogo, nesta quinta-feira, às 20h30, no Maracanã, que lhe dará mais tranqüilidade para a segunda partida das oitavas-de-final, em Curitiba. "É uma decisão de 180 minutos, então tem que aproveitar para fazer gol, porque um gol fora de casa dá condição grande de adquirir a classificação pelo peso desse gol", diz o técnico Paulo Bonamigo. A preocupação maior deve ser com o atacante Dodô. Em 16 jogos disputados este ano, o artilheiro marcou 19 gols, enquanto todo o time paranaense fez 21 gols em 15 partidas. "Temos que anular o Dodô de qualquer maneira", disse o zagueiro Ageu. Já o técnico prefere analisar o início das jogadas que terminam nos pés ou na cabeça de Dodô. Por isso, o ala Leonardo Inácio e o meia Alexandre devem receber marcação especial. O atacante Maurílio, que foi campeão da Copa do Brasil em 1999, pelo Juventude, em cima do Botafogo, no Maracanã, não perde a tranqüilidade em razão da boa fase vivida pelo adversário. "O Botafogo pode estar bem na Rio-São Paulo, mas não é imbatível", afirma. O ala esquerdo Hilton recuperou-se de uma contusão e volta à equipe depois de 40 dias parado. Mas o time não terá o ala direito Goiano, o ala esquerdo Fabinho nem o volante Hélcio, que estão suspensos.

Agencia Estado,

27 Março 2002 | 18h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.