Ricardo Duarte / SC Internacional
Ricardo Duarte / SC Internacional

Paraná recebe o Inter com expectativa de recorde de público na Arena da Baixada

Apenas duas mudanças devem ocorrer no time paraense, enquanto Guto Ferreira precisará realizar quatro trocas

Estadão Conteúdo

03 Outubro 2017 | 07h26

O Internacional pode ficar ainda mais próximo do acesso à elite nesta terça-feira, mas a missão será complicada. Diante de uma Arena da Baixada lotada - existe a expectativa de quebra de recorde em Curitiba -, o time gaúcho faz um confronto direto contra o Paraná, a partir das 20h30, na abertura da 28.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

+ Internacional não terá Pottker, Ernando e Cuesta contra Paraná

A diretoria paranista vendeu o mando para o investidor Carlos Werner, que acabou transferindo do estádio Durival de Britto para a Arena da Baixada. O valor da negociação é mantido em sigilo, mas a estimativa gira em torno de R$ 450 mil. Os 33 mil ingressos destinados aos tricolores foram vendidos em menos de 48 horas - mais três mil lugares são reservados aos sócios do clube e outros três mil de cortesia.

Por conta disso, a expectativa é que 40 mil pessoas compareçam a Arena da Baixada nesta terça-feira, o que quebraria o recorde de público do estádio, que é de 39.375 pessoas no jogo entre Espanha e Austrália pela Copa do Mundo de 2014. "A partir do momento que é vendido 40 mil ingressos, você fica ainda mais motivado", disse o técnico do Paraná, Matheus Costa.

Invicto há 10 jogos como mandante, com sete vitórias seguidas, o Paraná tem 46 pontos e está na terceira colocação, podendo terminar a rodada na vice-liderança. Já o Internacional vem de quatro resultados positivos e está na liderança isolada, com 54. São seis pontos na frente do vice-líder América-MG.

Matheus Costa vai manter a base que perdeu para o Figueirense por 1 a 0, em Florianópolis, na rodada passada. O volante Leandro Vilela foi vetado pelo departamento médico e será substituído por Zezinho, Jhony ou Vinícius Kiss. Por outro lado, o atacante Robson volta após cumprir suspensão automática e disputa uma vaga com Vitor Feijão.

Mesmo sem ter muito tempo para treinar entre um jogo e outro, o técnico Guto Ferreira vai realizar mudanças no time titular do Internacional. Os zagueiros Victor Cuesta e Ernando, além do atacante William Pottker, são desfalques. Cuesta e Pottker cumprem suspensão automática, enquanto que Ernando continua vetado pelo departamento médico.

+ D'Alessandro comemora liderança e provoca gestão anterior do Internacional

Por outro lado, o treinador colorado vai ter a volta de jogadores importantes. O lateral-direito Cláudio Winck foi liberado pelo departamento médico e entra no lugar de Alemão, enquanto que o lateral-esquerdo Uendel, que entra na vaga de Carlinhos, e o atacante uruguaio Nico López cumpriram suspensão automática na vitória sobre o Santa Cruz. Nico López, com sete gols, pode pegar a vaga de William Pottker, artilheiro do time com oito gols. Danilo Silva continua no meio da defesa, mas agora ao lado de Léo Ortiz, que vai substituir Cuesta.

Guto Ferreira minimizou as mudanças. "Estas trocas são naturais porque todo o grupo trabalha no mesmo ritmo. Quem entra deve estar apto a desenvolver as suas funções", comentou o treinador colorado.

Mais conteúdo sobre:
Arena da Baixada

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.