Paulo Fernandes/Vasco
Paulo Fernandes/Vasco

Paulão minimiza momento ruim e exalta grandeza do Vasco em apresentação no clube

Defensor chega para recompor um setor que vem perdendo vários nomes

O Estado de S.Paulo

17 Maio 2017 | 15h34

O zagueiro Paulão foi apresentado oficialmente à imprensa e à torcida do Vasco como reforço do time nesta quarta-feira, em São Januário, no Rio, e procurou exaltar o passado de glórias e a grandeza do clube, minimizando o momento difícil vivido pela equipe após a goleada sofrida na estreia no Campeonato Brasileirão para o Palmeiras - 4 a 0, em São Paulo.

"O que me atraiu é o Vasco. É um clube gigante, enorme. Quem não sabe da grandeza do Vasco? Fico muito feliz em vestir essa camisa. Quero viver coisas novas e fazer coisas boas. Meu objetivo é alegrar bastante o torcedor", projetou Paulão.

Paulão chega para recompor um setor que vem perdendo vários nomes neste ano. Os últimos foram Rodrigo, que teve o contrato rescindido e se transferiu para a Ponte Preta, e Luan, campeão olímpico pelo Brasil na Rio-2016, negociado com o Palmeiras. Paulão diz que buscará naturalmente o seu espaço na equipe, sem pressão com relação a uma possível papel de líder do grupo.

"Isso acontece naturalmente com o decorrer do tempo. Meu foco não é esse agora. Rodrigo teve a liderança dele, teve uma amizade grande com o clube. Eu conquistei meu status no Inter em três anos. Hoje me vejo apenas como uma peça para ajudar", avaliou Paulão.

Com passagens por grandes clubes do Brasil, como Grêmio, Cruzeiro e Internacional - último clube, onde estava desde 2014 -, o jogador, de 31 anos, revelou que o fato de atuado com alguns jogadores do elenco vascaíno no passado será benéfico para o seu entrosamento.

"Já trabalhei com o Rafael Marques no Grêmio. Fizemos uma campanha muito boa, classificamos para a Libertadores. Depois fui vendido e conheci o Muriqui. Tenho amizade até hoje, um irmão de muitos anos. O Gilberto já joguei junto com o Internacional também. Alguns outros conheço de jogar contra. Isso vai me facilitar na adaptação neste início", complementou o defensor.

O Vasco vem tendo uma semana cheia de preparação para a sequência do Brasileirão. O time volta a jogar somente no próximo domingo, às 11 horas, em São Januário, contra o Bahia, time que aplicou a maior goleada da primeira rodada - 6 a 2 sobre o Atlético Paranaense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.