Paysandu e CRB empatam sem gols na Curuzu e seguem ameaçados na Série B

Com o resultado, equipes ocupam a 11ª e 13ª colocação com a diferença de um ponto entre os dois clubes

Estadao Conteudo

13 Outubro 2017 | 21h30

O bom público que compareceu ao estádio da Curuzu na noite desta sexta-feira não gostou do que viu. Em uma partida sem muita emoção, Paysandu e CRB ficaram no empate por 0 a 0, pela 29.ª rodada, e seguem ameaçados de rebaixamento.

+ Danilo Fernandes e Uendel voltam a treinar e Guto encaminha Inter para terça

+ Matheus Jesus lamenta recepção contra a Ponte e mantém Santos na briga por título

O resultado não foi bom para nenhum dos dois. O Paysandu tem 37 pontos e está na 11.ª colocação, enquanto o CRB vem logo atrás, em 13.º, com um ponto a menos. O Figueirense, primeiro time dentro da zona de descenso, tem 32 e ainda vai jogar nesta rodada.

O primeiro tempo na Curuzu foi muito ruim, com vários passes errados e quase nenhum lance de perigo. O Paysandu tinha mais posse de bola, mas encontrava o CRB bem postado na defesa. A melhor oportunidade aconteceu em um chute rasteiro de Renato Augusto defendido por Edson Kölln.

Nada mudou após o intervalo. Apesar de ter mais posse de bola, o Paysandu encontrava dificuldades para escapar da forte marcação do CRB. Nos minutos finais, o jogo melhorou e aí brilhou a estrela de Edson Kölln, que fez pelo menos três boas defesas. Na melhor delas, Caion finalizou e o goleiro espalmou para escanteio.

+ Após novo tropeço no Brasileirão, Cuca não é mais técnico do Palmeiras

Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira, às 21h30, pela 30.ª rodada. O Paysandu tem mais um confronto direto contra a degola diante do Luverdense, no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, enquanto o CRB recebe o desesperado Náutico, no Rei Pelé, em Maceió.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU 0 X 0 CRB

PAYSANDU - Emerson; Lucas Taylor, Perema, Diego Ivo e Guilherme Santos (Peri); Rodrigo Andrade (Welinton Júnior), Nando Carandina, Renato Augusto e Fábio Matos; Bergson e Marcão (Caion). Técnico: Marquinhos Santos.

CRB - Edson Kölln; Edson Ratinho (Tinga), Flávio Boaventura, Adalberto e Diego; Olívio, Danilo Pires, Adriano, Chico (Pedro Botelho) e Tony; Zé Carlos (Neto Baiano). Técnico: Mazola Júnior.

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araújo (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Fábio Matos, Renato Augusto e Peri (Paysandu); Chico, Tinga, Edson Kölln, Adalberto e Tony (CRB)

RENDA - R$ 199.840,00

PÚBLICO - 13.952 pagantes.

LOCAL - Estádio da Curuzu, em Belém (PA).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.