1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Pela primeira vez, Copa tem todos líderes nas quartas de final

Diego Salgado - O Estado de S. Paulo

01 Julho 2014 | 20h 58

Outro destaque foram as prorrogações: no total, foram necessárias cinco em oitos disputas por uma vaga nas quartas de final do torneio

Apesar de a média de gols da Copa do Mundo ter caído após os oito confrontos das oitavas de final, emoção não faltou nas partidas que decidiram quais seleções continuam na briga pelo título - a proporção de gols por jogo caiu de 2,83 para 2,75, com 18 gols marcados na fase de mata-mata.

Pela primeira vez desde que as oitavas de final passaram a ser disputadas após uma fase inicial com grupos - a primeira edição em que isso ocorreu foi na Copa do México, em 1986 -, todos os líderes dos grupos avançaram às quartas de final. Brasil, Holanda, Colômbia, Costa Rica, França, Argentina, Alemanha e Bélgica confirmaram o favoritismo contra os segundos colocados e mantêm as chances de título.

MARTIN BUREAU/AFP PHOTO
Líder do Grupo H, a Bélgica eliminou os Estados Unidos, nesta terça-feira

Além disso, nunca uma Copa teve tantas prorrogações logo na primeira etapa eliminatória. O fato ocorreu em cinco dos oito jogos. Alemanha, Argentina, Bélgica bateram Argélia, Suíça e Estados Unidos, respectivamente, nos 30 minutos do tempo extra. Já Brasil e Costa Rica precisaram dos pênaltis para chegar à classificação. Com isso, a história das Copas soma 60 prorrogações, desde 1934. Em 1938, o Mundial da França também registrou cinco partidas com 120 minutos nas oitavas de final. Em 1990, foram quatro. No total, a competição disputada na Itália teve mais quatro prorrogações até a final.

DISPUTA

O continente americano bateu o recorde de representantes nas oitavas de final - foram oito seleções, contra seis da Europa e duas da África. Nas quartas de final, o número caiu para quatro seleções, com outras quatro europeias. No confronto direto entre os continentes, houve empate: a Argentina eliminou a Suíça e a Costa Rica passou pela Grécia. A Europa levou a melhor quando a Holanda bateu o México e a Bélgica derrotou os Estados Unidos. Com isso, as seleções europeias melhoram o desempenho em relação à Copa 2010. Na ocasião, três seleções disputaram uma vaga na semi (Espanha, Holanda e Alemanha). Uruguai, Argentina, Brasil, Paraguai e Gana também chegaram às quartas.

CRAQUES

Entre os destaques das equipes das quartas, Benzema é o maior finalizador, com 25 chutes a gol. Neymar, Messi e James Rodríguez têm 15 cada. Os atletas que mais correm em campo são Müller, Bryan Ruiz e Robben, com mais de 42 quilômetros acumulados.

Copa 2014