Picerni mantém time para quinta

Atravessando um grande momento, com uma seqüência de cinco vitórias, o São Caetano faz planos para vencer o Cobreloa, do Chile, nesta quinta-feira à tarde no estádio Anacleto Campanella, no ABC. Uma vitória pode praticamente garantir ao time uma vaga na segunda fase da Taça Libertadores da América. O São Caetano divide a ponta justamente com o Cobreloa, com seis pontos cada dentro do Grupo 1. O Cerro Porteño, do Paraguai, tem quatro pontos, enquanto o Alianza de Lima, do Peru, é o lanterna com apenas um ponto. Dentro deste quadro, a comissão técnica acredita que a vitória significará um largo passo para antecipar a classificação. Embora não exista clima de vingança, os jogadores lamentam muito as circunstâncias do confronto inicial, no Chile, quando o São Caetano teve dois jogadores expulsos - Somália e Marcos Senna - e alega ter sofrido um gol impedido na derrota, por 2 a 1. No coletivo desta tarde, o técnico Jair Picerni manteve no time titular a mesma base das últimas vitórias. Wágner continua como titular, apesar da recuperação de Anaílson. A ordem do técnico é manter o ritmo dos últimos jogos, quando o time atingiu a média de três gols por jogo. Pela Libertadores, o São Caetano tentará a terceira vitória consecutiva, porque goleou o Alianza, por 4 a 0, no ABC, e venceu o Cerro, por 3 a 1, no Paraguai. O jogo com o Cobreloa está confirmado para quinta-feira, às 17h05, provavelmente porque seria transmitido pela PSN, emissora de televisão a cabo que encerrou suas atividades. A Confederação Sul-Americana, porém, manteve a data e horário marcados na tabela.

Agencia Estado,

12 Março 2002 | 18h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.