AFP
AFP

'Pior seleção do mundo', Butão ainda festeja vaga nas Eliminatórias

Celebrações após triunfo duram até a noite no país

Estadão Conteúdo

18 Março 2015 | 10h29

Os fãs de futebol do Butão ainda comemoram nesta quarta-feira a improvável passagem da seleção nacional, a última colocada no ranking da Fifa, para a próxima fase das Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo de 2018, que contará com a presença de seleções como Coreia do Sul e Japão, ao eliminar o Sri Lanka.

O Butão, em 209º lugar no ranking da Fifa, derrotou o Sri Lanka por 2 a 1, em casa, na capital Thimphu, na última terça-feira, avançando com um placar agregado de 3 a 1. Chencho Gyeltshen, conhecido como "Ronaldo do Butão" marcou os dois gols da sua equipe.

"Estamos totalmente surpresos com a vitória", disse Needrup Zangpo, que foi editor do jornal Bhutan Observer, em entrevista à Associated Press. "A vitória ajudou o povo butanês a se unir e compartilhar o momento de felicidade. O resultado ainda está sendo comemorado, e comentado no trabalho e nas redes sociais".

O Changlimithang National Stadium, com capacidade para 30 mil torcedores, estava lotado na última terça-feira, com várias pessoas do lado de fora desejosas por entrar para acompanhar a partida.

A seleção aumentou as suas esperanças de avançar após vencer o Sri Lanka, fora de casa, por 1 a 0, na semana passada, com o gol marcado por Tshering Dorji. O primeiro-ministro Tshering Tobgay deu a tarde de folga para a população assistir o jogo de terça-feira e as celebrações continuaram até tarde da noite. "A vitória é muito importante porque vai mudar a face do nosso futebol para sempre", disse Zangpo.

O presidente da Federação de Futebol do Butão, Ugen Tsechup Dorji, declarou que a última colocação no ranking da Fifa é devido aos poucos jogos disputados contra outras seleções. E ele acredita que o triunfo sobre o Sri Lanka vai promover ainda mais o futebol no país, que tem o tiro com arco como o esporte nacional.

"Mesmo se jogarmos 10 partidas e perdermos todas elas, ainda vamos subir no ranking pois há pontos para a equipe perdedora. Mas dado nossos recursos limitados, não podemos disputar tantos jogos internacionais", disse o dirigente ao jornal The Bhutanese.

Os preparativos da seleção do Butão para as Eliminatórias da Copa do Mundo tiveram um mês de treinamentos em Bangcoc, capital da Tailândia, para se acostumar com o calor do Sri Lanka. E a estratégia deu certo, com a seleção avançando de modo surpreendente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.