Ponte convoca torcida para 4ª feira

A Ponte Preta pretende contar com uma arma especial para vencer o Juventude, quarta-feira, pela segunda fase da Copa do Brasil: a sua torcida. Diretoria e jogadores estão convocando os torcedores para empurrar o time, que precisar marcar três gols para continuar sonhando com o título. No jogo de ida, na semana passada em Caxias-RS, a Ponte perdeu por 2 a 0. Quem tomou frente na convocação à torcida foi o centroavante Washington, que fez muita falta ao time no empate por 1 a 1 com o Etti Jundiaí pelo Rio-São Paulo. "O time está muito unido e disposto a reverter a situação, mas o apoio da torcida será fundamental", disse o artilheiro. Até mesmo o técnico Oswaldo Alvarez, principal alvo dos torcedores nos momentos instáveis, acha que a participação da torcida será decisiva. "Não me importo de ser xingado, mas quero a torcida apoiando os jogadores, porque a maioria é jovem e, às vezes, se abate e não rende o esperado." A diretoria planeja passar à terceira fase da competição. Na primeira fase eliminou o Coritiba, perdendo por 2 a 1, fora de casa, e vencendo por 4 a 1, em Campinas. O time também estará fortalecido. Além da volta de Washington, o time terá o meia Marquinhos, que estava suspenso por dois jogos pelo Rio-São Paulo. O meia Caíco também se recupera de problemas intestinais que o atrapalharam bastante no último jogo, quando participou apenas do primeiro tempo. O zagueiro Alex Oliveira, expulso em Caxias, cumprirá suspensão automática abrindo espaço para a volta do experiente Ronaldão. Ele, porém, se recupera de uma contusão na coxa esquerda e depende da liberação do departamento médico. A outra opção é Luiz Carlos. O time será definido após o coletivo previsto para esta terça-feira pela manhã no Centro de Treinamento do clube.

Agencia Estado,

11 Março 2002 | 19h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.