Ponte e Jundiaí empatam em Campinas

Ponte Preta e Etti Jundiaí empataram, por 1 a 1, neste sábado à tarde, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O resultado foi bastante justo, mas ruim para os dois times em termos de classificação ás semifinais. A Ponte está com 14 pontos, um a mais que o Jundiaí dentro do Torneio Rio-São Paulo. Sentindo muito a ausência do artilheiro Washington, a Ponte teve que buscar alternativas para furar o bloqueio defensivo do Jundiaí. Os meias Mineiro e Caíco várias vezes tentaram carregar a bola, mas as principais jogadas ficaram com Jean pelo lado esqu erdo do ataque em cima de Maurinho, escalado de última hora no lugar de Dedimar. O juiz atrapalhou a Ponte aos 13 minutos, quando deixou de marcar uma penalidade máxima de Fábio Vidal sobre Rodrigo Chagas. E na primeira chance que teve o Jundiaí abriu o placar, quando Jackson iniciou a jogada pelo lado esquerdo, tabelou com Marcinho e chutou cruzado aos 22 minutos. A Ponte não se entregou e criou boas chances, a principal delas numa cabeçada do zagueiro Alex Oliveira, aos 33 minutos. No segundo tempo, a Ponte voltou com Humberto no lugar de Caíco, que saiu com problemas intestinais. O time melhorou, diminuindo os espaços do adversário e explorando bem as laterais de campo. O empate não demorou a sair. Mineiro carregou a bola desde a intermediária e chutou forte, contando com a sorte porque a bola desviou no corpo de Márcio Santos enganando o goleiro Artur. A Ponte ainda criou inúmeras chances para desempatar, o que não aconteceu pelas grandes defesas do goleiro Artur. O Jundiaí pref eriu segurar o empate, perdendo a força ofensiva e até mesmo os contra-ataques. O técnico Giba demorou muito para promover as substituições. O empate serviu para tirar a Ponte da série de três derrotas consecutivas. Agora, quarta-feira, enfrenta o Juventude, pela Copa do Brasil, também no majestoso, precisando vencer por 3 a 0. O Jundiaí faz planos para somar pontos nos seus próximos três jogos pelo Rio-São Paulo, todos em casa contra Americano, América e Palmeiras.

Agencia Estado,

09 Março 2002 | 18h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.