Ponte muda três para vencer o Bangu

A Ponte Preta vai sofrer várias mudanças para enfrentar o Bangu, sábado, em Moça Bonita, no Rio de Janeiro, pelo Torneio Rio-São Paulo. O técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, após os treinos realizados, nesta quarta-feira à tarde, praticamente confirmou as presenças de Dionísio no meio-campo, de Eduardo na lateral-esquerda e de Orlando no ataque. O técnico Vadão justificou as mudanças como "naturais" e que visam suprir as "carências e necessidades do time". Dionísio entra no meio-campo ao lado de Roberto e Mineiro. Eduardo ocupa a vaga de Elivélton, expulso no empate com o Flamengo e que cumprirá suspensão automática. Há ainda duas dúvidas no time. Uma delas na lateral direita, disputada por Carlos Alexandre, que decepcionou nos últimos jogos, e Anderson Araújo. No meio-campo, Caíco ganha as preferências do técnico, descartando a manutenção de Adrianinho. O objetivo da Ponte é vencer o Bangu para afastar o perigo do rebaixamento na próxima temporada. O time ainda terá mais dois jogos: Guarani, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, e o Palmeiras, no Majestoso. Mas a situação da Ponte é delicada dentro da tabela de classificação. Com 15 pontos é o último paulista e, se o campeonato acabasse agora, estaria fora do Rio-SP de 2003, conforme prevê o regulamento.

Agencia Estado,

27 Março 2002 | 19h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.