Ponte Press/ Fábio Leoni
Ponte Press/ Fábio Leoni

Ponte Preta perde Wendel e vai levar dúvida até antes do jogo contra o Santos

Volante sente lesão na coxa e Eduardo Baptista não define substituto

Estadão Conteúdo

10 Outubro 2017 | 19h58

O técnico Eduardo Baptista ganhou mais uma baixa para montar a Ponte Preta visando o jogo contra o Santos, às 17 horas de quinta-feira, no estádio Moisés Lucarelli. É o volante Wendel, que sentiu uma lesão na coxa e está vetado para este jogo válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Zeca diz que Santos 'esqueceu' Corinthians e projeta jogo complicado com a Ponte

Wendel é homem de confiança do técnico e voltou ao time juntamente com a entrada de Baptista na vaga de Gilson Kleina. Mas, aos 35 anos, ele não suporta o mesmo ritmo dos jogadores mais jovens. Ele atuou na vitória contra o Flamengo, por 1 a 0, e na derrota para o Cruzeiro, por 2 a 1, no Mineirão, no sábado passado.

Como gosta de armar o time com um tripé de volantes, o técnico ganhou uma boa dor de cabeça. Isso porque Elton está suspenso por ter sido expulso e Jadson continua sem condições físicas ideais, embora recuperado de lesão. Para formar a segunda linha de quatro usada nos últimos jogos, a comissão técnica conta com Fernando Bob, Jean Patrick e Danilo Barcelos, que tem atuado dando suporte para o lado esquerdo.

Entre as opções está o volante Naldo, de características defensivas, que foi expulso diante do Flamengo. Outra seria o paraguaio Jorge Mendoza, que só atuou 45 minutos diante do time carioca. A terceira seria a improvisação do zagueiro Yago na frente dos zagueiros, reforçando a marcação. Fora a dúvida no meio-campo, está confirmada a volta de Jeferson, que cumpriu suspensão, na lateral-esquerda no lugar de Artur, que inclusive se machucou.

O difícil é saber quem será o escolhido porque os trabalhos nesta terça-feira foram realizados com portões fechados e a dose vai ser repetida na quarta-feira cedo. O time só pensa em vencer para se distanciar da zona de queda. Soma 31 pontos e ocupa a 15ª posição.

A expectativa é por casa cheia. Os três mil bilhetes reservados aos santistas acabaram. Restam poucos nas mãos dos cambistas, que pedem até R$ 100 por um ingresso vendido oficialmente ao módico preço de R$ 10.

Mais conteúdo sobre:
Ponte Preta futebol Ponte Preta [RS]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.