Ponte só pensa em vitória no Rio

Para somar pontos e evitar a última posição entre os paulistas no Rio-São Paulo, a Ponte Preta espera vencer o Bangu, neste sábado, às 16 horas, em Moça Bonita, no Rio de Janeiro. A Ponte tem 15 pontos, ocupa a 12º posição, enquanto o time carioca soma seis pontos, no penúltimo lugar. O jogo ganhou importância na medida em que os três pontos serão fundamentais para a Ponte. Além de tentar evitar a exclusão no Rio-SP da próxima temporada, a equipe campineira está preocupada em ganhar moral para a disputa do dérbi, contra o rival Guarani, na penúltima rodada. "Estamos em condições de reverter a situação. Vivemos um momento ruim, mas podemos escapar com muita garra e superação", acredita o técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão. Entre as prometidas mudanças, apenas três novos jogadores entram no time. Na lateral-esquerda Eduardo ocupa o lugar de Elivélton, suspenso por ter sido expulso no empate de 3 a 3 contra o Flamengo. No meio-campo, a marcação foi reforçada com a entrada de Dionísio ao lado dos volantes Roberto e Mineiro. No ataque foi confirmada a presença de Humberto ao lado do atacante Washington, artilheiro do time com 11 gols. "Vou manter minha meta de buscar a artilharia do Rio-São Paulo", confirmou Washington, ainda tentando superar o seu afastamento da seleção brasileira. Ele corre atrás de Dodô, do Botafogo, e França, do São Paulo, ambos com 15 gols. Os jogadores participaram, nesta sexta-feira bem cedo, de um descontraído rachão. Após o almoço, às 12h40, eles seguiram para o Rio e Janeiro.

Agencia Estado,

29 Março 2002 | 12h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.