1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Por racismo, STJD suspende jogo de volta de Santos e Grêmio

O Estado de S. Paulo

29 Agosto 2014 | 21h 24

Tribunal prefere encerrar caso antes de andamento da Copa do Brasil, que teria partida das oitavas de final já na semana que vem

O STJD suspendeu a próxima partida entre Santos e Grêmio pela Copa do Brasil depois de atos racistas disparados contra o goleiro Aranha, em Porto Alegre. O Grêmio confirmou que a partida foi cancelada por meio de seu canal no Twitter.

"Acolhendo pedido da Procuradoria de Justiça Desportiva, o STJD suspendeu a partida de volta entre Grêmio e Santos, pela Copa do Brasil".

"Queremos avaliar a denúncia, para a comissão disciplinar julgar, antes que haja o outro jogo", disse ao Estado o procurador do STJD, Paulo Schmidt, antes da revogação do jogo, marcado para 3 de setembro, ser confirmada. A denúncia deve ser colocada na pauta do tribunal na próxima semana.

Marcis de Paula/Estadão
Aranha desambarcou com o Santos no Rio para enfrentar o Botafogo pelo Brasileirão

De acordo com o presidente do STJD, Caio César Rocha Vieira, todo o processo deve durar 20 dias, incluindo o julgamento pelo Pleno. "Achei um pedido adequado, algo feito pela procuradoria, e deferi o pedido", disse em entrevista à Rádio Guaíba.

O Grêmio garante que está colaborando com as autoridades e afirma que já identificou dez torcedores que praticaram atos racistas na partida desta quinta-feira. Dois deles pertencem ao quadro de associados do clube. "Estamos levantando as imagens, com as câmeras do nosso estádio, para identificar todos os torcedores. Estamos agindo em duas frentes, auxiliando as autoridades e tomando medidas internas", garantiu o vice-presidente Nestor Hein. As provas serão entregues à Polícia Civil.

(COLABOROU PAULO FAVERO)