Divulgação
Divulgação

Portuguesa segura o Ituano e dorme fora da zona de rebaixamento

Time do interior teve um gol anulado nos minutos finais do 0 a 0

Estadão Conteúdo

28 Março 2015 | 18h17

Com um gol anulado nos minutos finais da partida, o Ituano perdeu grande chance de entrar de vez na briga pela classificação à próxima fase do Campeonato Paulista, ao ficar no empate, por 0 a 0, diante da Portuguesa na tarde deste sábado, no Estádio Novelli Junior, em Itu, pela 13.ª rodada. A Lusa deixa a zona de rebaixamento de forma provisória.

Com o resultado, o Ituano vai para cinco jogos sem vitórias e fica na quarta colocação do Grupo A com apenas 16 pontos. E o time pode ver a diferença do vice-líder Red Bull Brasil, com 18 pontos, aumentar até o final da rodada - o clube campineiro enfrenta o Palmeiras neste domingo no Moisés Lucarelli. A Portuguesa, por sua vez, deixa a zona de rebaixamento provisoriamente, mas ficou na quarta posição do Grupo C, com 12 pontos.

Faltou ambição para os dois times na primeira etapa. As equipes ficaram muito tímidas e temeram se abrir demais, fazendo com que faltasse emoção na partida. Era claro que estavam preocupados mais em se defender do que atacar. Vivendo um momento conturbado, a Lusa teve um leve domínio na posse de bola, mas a melhor chance foi do rival. Cristian ajeitou com o peito para Walfrido. O volante foi travado e a bola acabou indo para as redes do lado de fora. 

Na segunda etapa, o Ituano voltou em outro ritmo, se lançou ao ataque e deu mais espaços para a Portuguesa, deixando a partida mais aberta. A Lusa perdeu uma grande chance de marcar logo no minuto inicial. Bruno Bertucci arriscou o chute, a bola desviou em Ortigoza, mas passou por cima do gol. O árbitro, porém, já tinha marcado impedimento. Os donos da casa responderam aos 30 minutos. Peri lançou, Ronaldo deixou passar e Misael entrou na área, cortou o zagueiro e arriscou. Rafael Santos fez um milagre.

Nos minutos finais, o Ituano saiu para o tudo ou nada e quase chegou ao gol aos 39 minutos. Após cobrança de falta de Cristian, a bola bateu no travessão e sobrou para Dick, que mandou para o fundo das redes. Mas, como Josa, em posição irregular, impediu a visão de Rafael Santos, o gol foi anulado pela arbitragem. Houve um princípio de confusão, porém, contida rapidamente.

Em seu próximo compromisso, a Portuguesa vai encarar o São Bernardo na terça-feira, às 19h30, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, em jogo adiado pela 12.ª rodada. O Ituano, por sua vez, terá pela frente o Marília no sábado, às 18h30, no Bento de Abreu, em Marília.

FICHA TÉCNICA

ITUANO 0 X 0 PORTUGUESA

ITUANO - Fábio; Dick, Leonardo Luiz, Naylhor e Peri; Josa (Ricardinho), Walfrido (Jackson Caucaia), Clayson e Cristian; Ronaldo e Claudinho (Misael). Técnico - Tarcísio Pugliese.

PORTUGUESA - Rafael Santos; Filipi Souza, Guilherme, Valdomiro e Paulo Henrique (Cleiton); Ferdinando, Betinho e Léo Costa (Bruno Bertucci); Edno, Matheus Ortigoza e Diego Gonçalves (Marcelinho). Técnico - Ailton Silva.

ÁRBITRO - Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza

CARTÕES AMARELOS - Ronaldo (Ituano); Bruno Bertucci (Portuguesa)

CARTÃO VERMELHO - Jhonathan Lima (Ituano)

RENDA - R$ 19.340,00

PÚBLICO - 2.707 pessoas

LOCAL - Estádio Novelli Junior, Itu (SP).

Mais conteúdo sobre:
futebol Paulistão Ituano Portuguesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.